TELECOM

Teles dizem que conta do pré-pago vai subir 50% com correção do Fistel

Luís Osvaldo Grossmann ... 25/06/2015 ... Convergência Digital

Executivos das operadoras de telecomunicações voltaram a peregrinar pela Esplanada dos Ministérios nesta quinta-feira, 25/6, em sua cruzada contra o reajuste do Fistel, fundo de fiscalização do setor, ainda avaliada pelo governo como uma das possibilidades de aumento de arrecadação. Desta vez, o alvo foi foi o Ministério do Planejamento.

“Apresentamos uma visão de negócio, em especial o equilíbrio precário das empresas. Um aumento do Fistel, qualquer que seja, vai deixar as empresas com lucro zero. Isso significa que o recolhimento de imposto de renda, que ano passado foi de R$ 2,83 bilhões no setor, também será zero”, disse o diretor presidente do sindicato nacional das empresas, Sinditelebrasil, Eduardo Levy.

As empresas têm se mobilizado desde que o Ministério da Fazenda procurou a Anatel para discutir reflexos de uma eventual correção no valor de taxas setoriais pela inflação acumulada. A taxa mais significativa para as teles, o Fundo de Fiscalização das Telecomunicações, é cobrada de cada chip em funcionamento – e existem mais de 280 milhões deles. Se adotada a correção pela inflação acumulada desde 1998, as empresas preveem pagar R$ 5 bilhões a mais por ano.

Mas se tentaram demonstrar que a ideia afetaria a própria arrecadação – como na conta de R$ 2,83 bi em IRPJ e CSLL – as empresas também dizem que o bolso dos clientes vão sentir a medida. “A conta dos celulares pré-pagos subiria 50%”, diz Eduardo Levy. Projeções feitas pela Anatel e também levadas ao governo sugerem uma redução entre 30% e 40% no número de chips ativos.

Mas se a reunião no Planejamento ainda não convenceu a equipe econômica a abandonar a ideia, as teles saíram do encontro com um alento. “Estão em busca de aumentar a arrecadação, mas já concluíram que o setor de telecom merece uma análise mais detalhada”, disse o diretor do Sinditelebrasil. Esperançosas, as empresas aguardam uma vaga na agenda para acender outra vela, dessa vez ao chefe do cofre, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

 


Revista do 62º Painel Telebrasil 2018
Veja a revista do 62º Painel Telebrasil 2018 Brasil Digital: O futuro é agora - é o tema da revista do Painel Telebrasil 2018.
Edição, com 104 páginas, consolida os debates realizados no evento, que reuniu a indústria de Telecomunicações.
Clique aqui para ver outras edições

Oi se posiciona como prestadora de serviços de TI

Tele estruturou serviços como segurança cibernética, big data e gestão integrada. "Entender as dores e as necessidades do cliente é uma obrigação", afirma Rodrigo Shimizu, diretor de Marketing do Corporativo da Oi.

"Estamos comprometidos com o futuro do Brasil", diz CEO da Telefónica

Em reunião geral dos acionistas, realizada em Madrid, o presidente do conselho e CEO da Telefónica José María Álvarez-Pallete, afirmou que o Brasil é um dos países que mais vai crescer no mundo com a revolução digital.

Câmara proíbe teles de enviarem mensagens comerciais a clientes

Projeto de Lei 757/03 altera a LGT para vedar o envio de mensagens comerciais próprias ou de terceiros para os celulares dos clientes da telefonia móvel. Terminativo na CCJ, PL segue direto ao Senado. 

Novo projeto de lei prevê cobertura celular obrigatória de 60% das estradas

PL 1721/19 prevê inclusão da medida nas futuras licitações da Anatel. Texto precisa passar pelas comissões de ciência e tecnologia, finanças e tributação e de constituição e justiça. 




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G