INTERNET

NETmundial dá primeiros passos rumo a novo modelo de governança da internet

Por Roberta Prescott* ... 30/06/2015 ... Convergência Digital

O Conselho de Coordenação da Iniciativa NETmundial (ou NMI, de NETmundial Initiative) se reuniu nesta terça-feira, 30/06, em São Paulo, para estabelecer mecanismos de trabalho e próximos passos. “Este é o início de um novo começo, estamos entrando em novo território”, disse professor Wolfgang Kleinwächter, embaixador Especial da Iniciativa NETmundial, em entrevista ao portal da Abranet. “Este encontro marca um próximo passo no melhor entendimento no espaço cibernético.” Tudo que foi feito até agora dentro da iniciativa foi um trabalho preparatório para definir termos de referência.

Entre os objetivos, as delegações devem decidir qual a plataforma será usada para receber os projetos de melhores práticas. A expectativa é que se opte pela evolução do modelo usado no evento NET Mundial, que ocorreu em São Paulo no ano passado e foi o pontapé para o desenvolvimento da NMI em âmbito global. A plataforma para cadastro de projetos e comentários está na versão beta.

Os projetos devem abranger estudos de casos e iniciativas que abordem o desenvolvimento da Internet, a construção de capacidade, a clarificação de problemas legais, entre outros temas. “A NMI não é evento, nem associação, nem showroom. É uma plataforma para apresentar resultados que ajudam a desenvolver a Internet, principalmente em países em desenvolvimento”, explicou o professor Hartmut Glaser, que também é secretário-executivo do CGI.br. Durante o encontro em São Paulo, o CGI vai tentar evangelizar o modelo multissetorial que o Brasil usa para outros países e também mostrar como reduziu os spams.

A importância da iniciativa decorre da evolução da Internet. “Com os atuais 4 bilhões de pessoas conectadas, problemas de políticas começaram a aparecer como, por exemplo, quem deve governar a Internet. Não deveria ser uma grande unidade ou governo, mas incluindo as múltiplas partes interessadas”, explicou Kleinwächter. Para ele, o advento da computação em nuvem e da Internet das Coisas impõe novas questões sobre privacidade, liberdade de expressão e segurança, que devem ser debatidas.  Além destes tópicos, Glaser acrescenta a necessidade de se debater a inclusão digital, por meio, entre outros, de linhas de equipamentos subsidiados.

* Com informações do Portal da Abranet


Google reage à multa de US$ 2,6 bi e acusa Europa de travar a Inovação

A Comissão Europeia já aplicou multas de 8,25 bilhões de euros à empresa norte-americana, acusada na maior parte de adotar práticas anticoncorrenciais.

TJSP: iFood é responsável por furto cometido em entrega

“Vínculo autônomo não passa de nome para relações contratuais intensamente desiguais: uma economicamente robusta empresa perante desempregados ou mal remunerados de um dos países mais desiguais do mundo”, diz a decisão.

Google recorre ao STJ contra Justiça do Rio que impôs a quebra de sigilo de dados de usuários

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro que determinou a quebra de sigilo de todos os que passaram pelo pedágio da via Transolímpica, no Rio de Janeiro, num intervalo de 15 minutos do dia 2 de dezembro de 2018.

STF definirá sobre acesso a dados armazenados no exterior

Ação movida pela Assespro Nacional e pelo Facebook quer que juízes usem acordo entre Brasil e EUA nas decisões que envolvam informações armazenadas fora do país. Inscrições vão até o dia 31/01. Sessão promete ser movimentada.

Em ação da Sky, Justiça suspende ICMS sobre streaming em SP

A 4ª Câmara Julgadora do Tribunal de Impostos e Taxas suspendeu cobrança de R$ 23 milhões da operadora. Empresa alegou ser necessário separar telecom de internet.

Revista Abranet 29 . dez/nov 2019 - jan 2020
Veja a Revista Abranet nº 29 Abranet teve uma atuação intensa em 2019, encaminhando contribuições públicas para consolidar uma internet produtiva, livre e inovadora. Futurenet: entidade discute tendências de mercado e tecnologia. Veja a revista.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G