INTERNET

NETmundial: canal para 'esfriar' a guerra fria cibernética

Por Roberta Prescott ... 30/06/2015 ... Convergência Digital

Um dos feitos da Iniciativa NETmundial (ou NMI, de NETmundial Initiative) tem sido o da aproximação de países com ideias opostas. Quando proposto, o modelo multissetorial de governança da Internet recebeu críticas e foi rechaçado por países como Índia, China e Rússia. Passado pouco mais de um ano da conferência NET Mundial, realizada em São Paulo, que deu origem à NMI, Índia e China já mudaram de opinião. Na semana passada, a Índia manifestou apoio e a China também já aderiu aos princípios NETmundial.

Outro feito foi aproximar potenciais. Os Estados Unidos e China, que têm as maiores companhias de Internet do mundo, estavam, na visão do professor Wolfgang Kleinwächter, embaixador Especial da Iniciativa NETmundial, em eixos opostos, quase como em uma guerra fria cibernética. No entanto, ambos os países enviaram à Iniciativa NETmundial, representantes de alto nível e estão participando ativamente das discussões. “A NMI é um canal para eles se comunicarem”, pontuou o embaixador do projeto. 

Contudo, setores importantes ainda não aderiram como a ICC (Internet Chamber of Commerce) e a Internet Society (ISOC) mundial — o braço brasileiro faz parte da NMI. “Existe um trabalho de convencimento baseado nos resultados concretos que tivemos. Acho que vão acabar aderindo”, disse professor Hartmut Glaser, que também é secretário-executivo do CGI.br. Em entrevista à Abranet, Glaser explicou que a ISOC também foi contra o Fórum de Governança da Internet (IGF, na sigla em inglês).     

A NMI é uma plataforma constituída multissetorialmente com o objetivo de viabilizar a colaboração, a cooperação e a proposição de projetos e soluções para questões diversas relacionadas à governança da Internet. Ela é resultado da conferência NET Mundial que ocorreu em abril do ano passado em São Paulo. Integram a NMI 20 membros de cinco continentes, representando o governo, o setor privado, a comunidade técnica e a sociedade civil. 

*Do portal da Abranet


Revista Abranet 30 . fev-mar-abr 2020
Veja a Revista Abranet nº 30 A matéria de capa enfatiza a relevância do engajamento ao mostrar que uma internet mais segura depende da ação conjunta de todos os atores do ecossistema. Tratamos também do leilão das frequências do 5G. Veja a revista.
Clique aqui para ver outras edições

MP de Brasília abre inquérito para apurar venda de dados pessoais

Empresa na mira do Ministério Público do Distrito Federal e Territorios (MPDFT) é a Procob S.A. De acordo com a denúncia, essa empresa comercializa relatórios contendo informações como endereço, telefones, e-mails e outros.

TJSP começa com grupo Itaú projeto de citação eletrônica de pessoas jurídicas

Segundo oTribunal, informações técnicas para a participação foram enviadas a diversas instituições, mas por enquanto  somente o grupo financeiro respondeu. 

Facebook anuncia exclusão de mais de 50 milhões de postagens falsas

Trabalho de filtragem de conteúdo é  feito por algoritmos de inteligência artificial que identificam conteúdos abusivos com expressões de discurso de ódio, nudez adulta e atividades sexuais, violência e conteúdo explícito, bullying e assédio.

MPF: Expor em redes sociais quem descumpre isolamento é obrigação

Em nota técnica, Procuradoria dos Direitos do Cidadão defende ato de denunciar ou expor pessoas que promovem festas, reuniões ou outras atividades temporariamente proibidas.

MPF pede ao Google para tirar do ar vídeo de pastor vendendo feijão como cura da Covid-19

Valdemiro Santiago de Oliveira, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, vende por R$ 100 a até R$ 1 mil, sementes de feijão "mágico". 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G