INTERNET

Reino Unido manda Google esquecer links sobre direito ao esquecimento

Luís Osvaldo Grossmann ... 21/08/2015 ... Convergência Digital

O comissariado britânico da informação deu 35 dias ao Google (a partir de 18/8) para que remova nove links para páginas da web com detalhes sobre “um delito menor cometido por um indivíduo há quase dez anos atrás”. O curioso é que se trata da segunda leva de pedidos a partir da mesma pessoa: desta vez para remover reportagens sobre a remoção inicial de resultados a partir de seu nome. Em suma, o Google deve esquecer links sobre o ‘direito ao esquecimento’.

“O motor de buscas previamente removeu links relacionados à ofensa criminal a partir de requerimentos de um indivíduo. A remoção desses links em si se tornou matéria jornalística. Links a essas notícias posteriores, que repetiam detalhes da ofensa criminal original, se tornaram então parte dos resultados de buscas feitas no Google a partir do nome do reclamante”, resume a decisão do escritório do Comissário da Informação (ICO, em inglês) do Reino Unido.

Supervisor das funções de proteção de dados do ICO, o comissário adjunto David Smith destacou: “Vamos ser claros. Entendemos que os links sendo removidos como resultado dessa decisão é algo sobre o que os jornais vão querer escrever. E entendemos que as pessoas precisam ser capazes de encontrar essas histórias por motores de busca como o Google. Mas elas não precisam ser reveladas a partir da busca do nome do reclamante.” O Google ainda pode recorrer.


Dona das Casas Bahia e Ponto frio lança banco digital no Brasil

Grupo Via Varejo anunciou parceria com startup norte-americana Airfox, com foco em clientes de baixa renda e uso das 800 lojas físicas como pontos de atendimento no país.

Acessos acima de 34Mbps já são 30,6% da banda larga fixa no Brasil

Planos com maiores velocidades são os que mais cresceram nos quatro primeiros meses de 2019, embora 13,6% das conexões ainda sejam abaixo de 2 Mbps. Provedores Internet seguem sendo os impulsionadores do desempenho da banda larga fixa.

Serpro: O não consentimento será a exceção com dados pessoais

Diretor-Presidente do Serpro, Caio Paes de Andrade, lembra que, com o LGPD, um órgão público ou privado - poderá, sem consentimento, processar dados em situações como o cumprimento de um  contrato.

Mais de 22 mil conteúdos ilegais da Internet foram removidos no Brasil no 1º tri

A ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software) informa que esse montante é 9% maior do que o retirado no primeiro trimestre de 2018.

Peru, Colômbia, Equador e Bolívia se unem contra ICANN e Amazon

Presidentes dos quatro países contestam decisão favorável da ICANN à companhia norte-americana pelo domínio da Internet e acusam a entidade de conduzir uma governança inadequada da Internet.

Revista Abranet 27 . abril/junho 2019
Veja a Revista Abranet nº 27 A Convenção Abranet 2019 debateu economia, política e gestão. Cerca de cem empresas de internet e de tecnologia puderam ter uma visão mais clara sobre o que esperar no curto prazo. E muito mais.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G