TELECOM

Multiplicação dos canais de Vídeo por Demanda têm hora para acabar

Ana Paula Lobo ... 07/12/2015 ... Convergência Digital

O mercado de vídeo on demand (VOD) está em ebulição no Brasil e altera os investimentos no mercado de TV por Assinatura. Em debate realizado nesta terça-feira, 01/12, no 29º Seminário Internacional da ABDTIC, na capital paulista, o diretor de Programação da América Móvil (Claro e NET), Fernando Magalhães, foi incisivo.

“Hoje o investimento não é para competir com a Sky, mas, sim, para competir com a Netflix. Queremos conquistar o consumidor jovem que quer ver o filme na hora que quer”, disse o executivo. Segundo ele, é para atender a esse telespectador que as empresas estão investindo em canais próprios de VOD. A Fox, que recém-lançou, o seu canal de VOD, o FoxPlay, derruba o mito de que a OTT chegou para ‘matar’ a TV paga tradicional.

“A visão do apocalipse que o OTT vai matar a TV por assinatura não é factível”, frisou o gerente jurídico da Fox Brasil, Raphael Crescente. Segundo ele, VOD tem que ser tratado e visto como complementar pelo assinante. “Este é o trabalho que estamos fazendo agora”, destacou. A multiplicação de canais VOD das programadoras tem, porém, na visão do gerente da Fox, tempo para acabar.

“Não somos inocentes. O assinante não vai querer pagar por tantos. Caminhamos para uma programação de VODs como temos nos canais tradicionais”, acrescentou Crescente. E ainda há muito por vir pela frente nesse setor.  Rivais de peso estão chegando como Apple e Google. “Eles são os donos dos dispositivos e querem esse mercado”, acrescentou Crescente.

Durante o Seminário da ABDTIC, o superintendente de Competição da Anatel, Carlos Baigorri, revelou que a agência reguladora de Telecom e a Ancine preparam um relatório sobre a situação concorrencial na operação e programação na TV por assinatura. Segundo Baigorri, está se vendo a questão de concentração e oferta dentro do modelo real do setor no Brasil. "São Paulo tem competição. Mas há cidades onde não há e a regulação precisa levar isso em conta", disse. A expectativa do executivo é de que até o final deste ano, o levantamento possa vir a ser publicado ao mercado. “Estamos nesse momento avaliando os resultados no âmbito das agências”, completou.  Assistam ao debate entre os especialistas.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Claro defende troca de streaming por TV e aumenta prazo para inadimplentes

Em carta enviada à Anatel, operadora também promete parcelar dívidas e não cortar o serviço até 10 dias após o vencimento da faturas. Pequenas empresas em dificuldade poderão renegociar caso a caso. 

Oi terá 25 fazendas de energia renovável ainda em 2020

Tele ativou a primeira fazenda de energia solar em Francisco Sá (MG), com capacidade de gerar 350 mil kW/h por mês.

Telefônica/Vivo cede dados de assinantes ao Governo de São Paulo

Dados anônimos servem para identificar se as regras de isolamento social por conta do Coronavírus estão sendo cumpridas.

Indústria de Telecom pede ação urgente das prefeituras por mais antenas

Existem mais de 4 mil pedidos de instalação de antenas aguardando liberação de licenças dos municípios e a demanda por serviços de telecom só fez aumentar com a pandemia do Coronavírus. Dez entidades do setor se uniram para redigir um documento encaminhado para prefeitos do País.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G