SEGURANÇA

Acordo de transferência de dados entre EUA e UE vai prever suspensão automática

Luís Osvaldo Grossmann* ... 10/12/2015 ... Convergência Digital

O novo acordo de transferência de dados entre a União Europeia e os Estados Unidos, para substituir o que foi dinamitado com as denúncias de espionagem massiva dos americanos, deve prever uma cláusula de suspensão automática para o caso de aparecerem novas evidências de que a privacidade das pessoas não está sendo respeitada.

Segundo a comissária europeia de Justiça, Vera Jourova, “no novo Safe Harbor haverá uma cláusula de suspensão, dizendo que sobre condições concretas ele será suspenso”. A intenção permanece de que um novo acerto seja costurado até janeiro próximo.

O acordo ‘Safe Harbor’ tinha o objetivo de facilitar a transferência de dados entre UE e EUA a partir do compromisso entre as partes de que a privacidade seria respeitada. Mas a partir das denúncias de Edward Snowden de que as agências de inteligência americanas xeretam massivamente, o acordo ruiu.

A partir da queixa de um cidadão austríaco sobre a segurança de seus dados pessoais postados no Facebook, o caso chegou à instância máxima judicial da União Europeia. O argumento era de que os dados, transferidos para datacenters nos Estados Unidos, ficam à mercê da espionagem americana.

A Corte Europeia concordou e o resultado, a partir da decisão tomada em outubro deste 2015, foi suspender a eficácia do acordo: assim, foram liberadas exigências específicas de segurança de dados por cada um dos 28 países membros da UE.

* Com informações da Reuters


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Crimes na Web: Formjacking vira pesadelo para empresas e muito lucrativo para hackers

Levantamento da Symantec aponta ainda  que oito em cada dez infecções por ransomware acontecem em corporações.

Câmara derruba lei do governo Bolsonaro que aumentou sigilo de dados públicos

O Plenário da Câmara aprovou o Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 3/19, que suspende os efeitos do Decreto 9.690/19. A matéria irá ao Senado.

Mais de 30% das empresas brasileiras admitem não proteger dados de clientes e funcionários

Levantamento DT Index II, da Dell e da Intel, mostra quase metade dos entrevistados temem pelo futuro de suas companhias nos próximos cinco anos.

Crimes cibernéticos: crimes de ódio aumentaram quase 30%, mas pornografia ainda lidera no Brasil

Eleições exarcebaram os crimes de ódio em todo o país, afirma o Grupo de Apoio sobre Criminalidade Cibernética, do Ministério Público Federal.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G