Clicky

GOVERNO » Política Industrial

Governo cria duas taxas para substituir cobrança inconstitucional na Zona Franca

Luís Osvaldo Grossmann ... 20/12/2016 ... Convergência Digital

O governo federal baixou nesta terça, 20/12, uma Medida Provisória (757) que cria uma nova taxa para os fabricantes instalados na Zona Franca de Manaus e em áreas de livre comércio da Amazônia. Além de quebrar em duas a cobrança atualmente feita sobre serviços e sobre a importação de insumos, ambas administradas pela Suframa, a MP também aumenta os valores devidos pelas indústrias. 

A medida é na prática uma resposta à decisão do Supremo Tribunal Federal, que em maio deste ano entendeu ser inconstitucional a Taxa de Serviços Administrativos, criada em 2000 e que até então incidia sobre tarefas da Suframa como o cadastro de empresas e também sobre a importação de insumos. Com a decisão do STF, a Suframa calcula ter perdido mais de 90% de suas receitas, “ficando evidente a urgência e a relevância no trato da questão”, segundo aquela autarquia.

De acordo com a Superintendência da Zona Franca de Manaus, o fato gerador é o controle dos incentivos fiscais no ingresso de mercadorias estrangeiras e nacionais na circunscrição de competência da autarquia, bem como pelo uso, efetivo ou potencial, de serviços prestados por ela. Com a reestruturacao, a então TSA vira duas: Taxa de Controle de Incentivos Fiscais e Taxa de Serviços.

“A TCIF se refere ao controle que a Suframa mantém sobre os fluxos de mercadorias que entram na Zona Franca de Manaus, Áreas de Livre Comércio (ALCs) e Amazônia Ocidental e que usufruam de incentivos fiscais. A TS é a cobrada pela contraprestação dos serviços públicos colocadas à disposição do contribuinte”, diz a autarquia. 

“Essa diferenciação é mais apropriada para alcançar a Segurança Jurídica necessária para a instituição dos tributos, levando em conta não somente a viabilidade técnica, econômica-financeira e operacional, mas também a Vedação ao Confisco e a Regressividade, daí a introdução de limitadores, bem como o atendimento a Modicidade e Economicidade, dentre outras características fundamentais para a instituição de novos tributos.”

A partir da MP 757, esses valores de TCIF são devidos:

“I - pelo pedido de licenciamento de importação ou por cada nota fiscal incluída em registro de protocolo de ingresso de mercadorias, o valor de R$ 200, limitando-se a 1,5% do valor total das mercadorias constantes do respectivo documento; e

II - para cada mercadoria constante do pedido de licenciamento de importação ou de cada nota fiscal incluída em registro de protocolo de ingresso de mercadorias, o valor de R$ 30, limitando-se cada parcela a 1,5% do valor individual da correspondente mercadoria.”

Eles serão menores, no entanto, para a produção de computadores e bens dessa cadeia, uma vez que a MP prevê que os valores “serão reduzidos em 20% para os bens de informática, seus insumos e componentes, definidos em conformidade com legislação específica”. 

No mais, no entanto, o governo aproveitou a necessidade de reestruturar a cobrança para também corrigir valores previstos na legislação original (Lei 9960/00) e em Portarias da própria Suframa. Assim um cadastramento que antes custava R$ 50, passa para R$ 140, enquanto a unitização ou desunitização de contêineres passou de R$ 190 para R$ 533.


Caixa adere ao login único federal do Gov.br

É a sexta instituição financeira no sistema, depois do Banco do Brasil, Bradesco, Banrisul e Banco de Brasília, além do Sistema de Cooperativas Financeiras do Brasil.

Senado define presidentes das comissões de Ciência e Tecnologia e de Infraestrutura

Rodrigo Cunha (PSDB-AL) vai comandar a CCT, com a ex-presidente Daniella Ribeiro (PP-PB) buscando a vice. Na CI foi eleito Dário Berger (MDB-SC).

Governo abre intenção de registro de preços para compra de sistemas operacionais

Órgãos têm até o dia 1º de março para manifestar interesse. A licitação será composta por 30 itens, entre eles Windows, SUSE, Red Hat, e tem potencial, de acordo com o governo, para trazer economia de R$ 17,2 milhões aos cofres públicos.

Com Minas Gerais, já são 12 estados no login único do Gov.br para acesso a serviços online

Segundo o Ministério da Economia, 74 municípios e as 27 juntas comerciais também aderiram ao sistema de identificação federal. 

ANPD busca estrutura e pessoal para se tornar independente

Planejamento estratégico da Autoridade foca em preparar a fiscalização, um sistema de recebimento de incidentes e reclamações e na definição de uma estrutura definitiva em dois anos, como prevê a LGPD. 



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G