TELECOM

Embratel Star One define fornecedores para novo satélite Star One D2

Convergência Digital* ... 30/10/2017 ... Convergência Digital

A Embratel Star One, operadora regional de satélites do Brasil e da América Latina, anunciou os fornecedores internacionais contratados para construção e lançamento de seu novo satélite, o Star One D2, o segundo da frota de quarta geração, denominada família D. O Star One D2 será construído pela provedora líder de satélites comerciais no mundo SSL e será lançado por um foguete da francesa Arianespace no final de 2019.

O Star One D2 é o décimo segundo satélite da frota da Embratel Star One e o maior já fabricado pela empresa. Ocupando a posição orbital de 70° W, o novo satélite será equipado com as Bandas Ka, para atender às demandas de backhaul de telefonia celular, C e Ku, para complementar as ofertas de capacidade para dados, vídeo, Internet de clientes corporativos e  backhaul celular, além de Banda X para o Ministério de Defesa.

O novo satélite complementará a cobertura de Banda Ka do Star One D1, ampliando as ofertas de backhaul e banda larga para todo o território nacional. O Star One D2 também garantirá a continuidade dos serviços em Banda C e Ku do Star One C2. Com a Banda Ku, o satélite fornecerá capacidade de dados, vídeo e Internet para órgãos do Governo e grandes empresas de diversos setores das Américas do Sul e Central, incluindo o México, além de possibilitar a transmissão de sinais para TV por Assinatura. As ofertas de sinais de TV Aberta serão garantidas pela Banda C.

“Com o Star One D2, vamos ampliar nossas ofertas para o mercado corporativo e acelerar o processo de expansão de backhaul de telefonia celular e de banda larga no Brasil”, diz Gustavo Silbert, Diretor Executivo da Embratel. O Star One D2 terá 6,2 toneladas, uma potência estimada de 19,3 KW e vida útil prevista de mais de 15 anos. Estará equipado com 28 transponders (receptores e transmissores de sinais) em Banda C, 24 transponders em Banda Ku, 20 Gbps de capacidade em Banda Ka e uma certa capacidade em Banda X para uso militar.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Silêncio positivo para antenas passa na MP da Liberdade Econômica, mas não como o mercado esperava

Serão os órgãos públicos- os responsáveis pela burocracia excessiva e que restringem a liberação da implantação - os responsáveis por determinar um prazo máximo de resposta. MP da Liberdade Econômica também mexeu em pontos da Lei trabalhista.

Unifique compra provedor Internet em Santa Catarina

Aquisição faz parte da estratégia da Telecom catarinense de ampliar sua área de expansão e conquistar 1 milhão de residências até 2025. Unifique, hoje, atende a 116 municípios do Estado de Santa Catarina.

Anatel tem quatro vagas para comitê de defesa dos usuários

São três vagas para representantes de usuários ou entidades de defesa do consumidor, além de uma para representante de entidades de classe de prestadoras de serviços de telecomunicações.

Huawei confirma investimento de R$ 3,2 bilhões até 2022 em São Paulo

Em comunicado, a fabricante chinesa diz que o aporte de US$ 800 milhões (R$ 3,2 bilhões) acontecerá a partir de 2020 e engloba diversas iniciativas desde o suporte para a capacitação profissional de jovens em TICs até a manufatura de celulares 5G.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G