GOVERNO » Política Industrial

BNDES anuncia três linhas para financiar internet das coisas

Luís Osvaldo Grossmann ... 24/05/2018 ... Convergência Digital

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social anunciou nesta quinta, 24/5, durante o Painel Telebrasil 2018, que a partir de junho começam a funcionar três linhas de financiamento voltadas à internet das coisas. Trata-se de uma chamada pública para projetos via consórcios, venture capital e outro de investidor-anjo para alcançar empresas menores.

“Temos um conjunto de ações voltadas para financiamento de startups, aí mais para o lado do capital de risco. Estamos com cerca de 14 fundos com R$ 500 milhões para investir. Muito em breve o Banco vai lançar uma ação voltada para capital anjo, ou seja, empresas muito pequenas. E recentemente lançamos um fundo de venture debt com potencial de retorno do resultado positivo para o fundo”, explica o gerente da área de indústrias de TICs do BNDES, Ricardo Rivera.

Segundo ele, o BNDES quer apoiar tanto demanda quanto oferta de IoT. “A gente vai lançar já no mês que vem uma chamada para projetos piloto de IoT nas verticais selecionadas para atender os objetivos estratégicos do plano. É importante o ecossistema já se mobilizar pensando em formar consórcios com usuários, fornecedores de tecnologias e startups para a apresentação de projetos, que terá um período curto por conta do calendário 2018.” Assistam a entrevista com Ricardo Rivera.


Veja edição 12 da Revista Abranet - Assossiação Brasileira de Internet REVISTA ABRANET . 12
Especial 20 Anos de Internet no Brasil


Há 20 anos os provedores de Internet escrevem suas histórias no País. A trajetória não foi nada fácil. Houve decisões políticas e econômicas significativas. Infraestrutura, modelo de negócios e fidelização de clientes foram relevantes no passado e continuam sendo no presente. Ao longo de duas décadas, os ISPs tiveram de se reinventar diversas vezes para não deixar de existir.

Clique aqui para ver outras edições

MP entra com pedido para TCU fiscalizar terceirizações no Governo Federal

Subprocurador-geral, Lucas Rocha Furtado, diz que as terceirizações são uma forma de driblar a obrigatoriedade de concurso público, previsto na Constituição. Também alega que as terceirizações estão sendo feitas para 'satisfação de interesses pessoais', mediante direcionamento na indicação de profissionais.

MCTIC vai cruzar dados com a Receita em novo formulário da Lei do Bem

Segundo a diretoria de apoio à inovação da pasta, foco do novo FORMP&D é a segurança. “Ideia é assegurar que quem está prestando os registros são os representantes dessas empresas”, diz a diretora Adriana Martin.

Serpro e Dataprev unificam mais de 22 milhões de contas de brasileiros

Usuários, agora, terão um único login para acessar a plataforma gov.br e as mais de 80 soluções disponíveis de governo digital, entre elas, INSS e ComprasNet. Acesso ao portal poderá ser feito por CPF, senha e certificado digital A3, que serve para pessoas físicas e jurídicas.

Operações com criptomoedas terão que ser informadas à Receita

Nova instrução normativa da Receita exige informações quando as operações com ‘criptoativos’ ultrapassarem os R$ 30 mil mensais. No valor  de mercado desta terça-feira, 07/05, um bitcoin vale US$ 5.940,00, ou R$ 23.760. Ou seja, brasileiro com 2 bitcoins terá de prestar contas com o Fisco.

Reforma Tributária só acontece se for 'fatiada' com governo à frente

A afirmação é do presidente da Frente Parlamentar Mista da Reforma Tributária do Congresso Nacional, deputado Luis Miranda, do DEM/DF. "Não dá para crer que governo federal, estados e municípios façam a reforma unificada", diz.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G