Home - Convergência Digital

Sem acordo, categoria de TI em São Paulo fica à espera do dissídio coletivo

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo* - 28/06/2018

O Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados e Tecnologia da Informação do estado de São Paulo (Sindpd) e os trabalhadores de TI permanecem na expectativa da decisão do Tribunal Regional do Trabalho em relação à Convenção Coletiva de Trabalho de 2018. Após a segunda audiência de conciliação, realizada no dia 17 de maio, foi estabelecido um novo percurso do processo.

Na última audiência, o desembargador Carlos Roberto Husek abriu prazo para que o Sindpd apresentasse, em 10 dias úteis, os documentos necessários para a continuidade do processo. Cumprido o prazo, houve também período de 10 dias úteis para que o Seprosp, sindicato patronal, apresentasse uma réplica à defesa do Sindpd. Após a manifestação de ambos, consta no processo a intimação para a manifestação do Ministério Público, sem prazo específico e que continua em andamento no TRT.

A campanha salarial 2018 teve nove rodadas de negociação, mas não houve acordo entre as partes. Os patrões fecharam as negociações da campanha salarial de TI 2018 oferecendo um reajuste de 2,07%. Segundo o coordenador jurídico do Sindpd, José Eduardo Furlanetto, o próximo passo até que haja novo agendamento de audiência é o sorteio do desembargador relator. Até que a decisão final seja tomada, a Convenção Coletiva 2017 da categoria permanece válida e em pleno vigor.

*Com informações do Sindpd/SP. O Seprosp não fornece informações

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

05/04/2019
TRT define reajuste de 3,43% no dissídio coletivo dos trabalhadores de TI de São Paulo

25/03/2019
TRT precisa se manifestar sobre dissídio de TI em São Paulo

21/02/2019
TRT ordena a reabertura das negociações salariais de TI em São Paulo

19/02/2019
TRT vai mediar impasse entre patrões e empregados de TI em São Paulo

06/02/2019
Impasse encerra negociação salarial de TI em São Paulo. Trabalhadores vão discutir greve

29/01/2019
Negociação entre patrões e empregados de TI não avança em São Paulo

22/01/2019
Impasse já marca a negociação salarial de TI em SP para 2019

19/12/2018
TRT/São Paulo homologa dissídio coletivo de TI de 2018

12/12/2018
Trabalhadores de TI de São Paulo vão discutir trabalho intermitente com patrões

11/12/2018
No Rio de Janeiro, reajuste dos trabalhadores de TI ficou em 4,16%

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

TI precisa de 420 mil novos profissionais até 2024

Formação de mão de obra, que já sofre para atender a demanda, vai ficar longe dos 70 mil novos empregos por ano. IoT, Big Data e segurança são áreas de maior demanda.

Salários em TICs são três vezes maiores que a média nacional

Em software e serviços, onde estão 75% das vagas das empresas de tecnologia da informação, remuneração média em 2018 foi de R$ 5 mil, contra R$ 1,8 mil do salário médio nacional.

TICs podem formar 1 milhão a cada quatro anos com recursos já existentes

Segundo o presidente da Contic, Edgar Serrano, atualização do marco legal de telecom e a criação do Sistema S das TICs são medidas de transformação digital sem impacto fiscal.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site