INTERNET

Claro/Net terá que indenizar em R$ 10 mil por velocidade baixa de internet

Luís Osvaldo Grossmann* ... 10/09/2018 ... Convergência Digital

A Claro/Net terá que indenizar duas clientes em R$ 5 mil cada uma, além de restituir 90% dos valores pagos, por entregar internet em velocidade muito abaixo da contratada – e em desrespeito ao regulamento de qualidade do Serviço de Comunicação Multimídia, que exige pelo menos 40% do previsto em contrato.

A decisão já fora favorável às clientes na primeira instância e confirmada pela 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, que exige a indenização por considerar que houve dano moral às autoras, moradoras da cidade de Santa Maria.

O argumento básico das clientes da operadora é de que embora tenham contratado um plano que previa conexões de 10 Mbps, “nos testes de velocidade instantânea carreados aos autos, o serviço tem apresentado uma variação entre 0,28 a 2,15 megabits”.

A decisão se vale da Resolução 574, aprovada ainda em 2012 pela Anatel, que trata do Regulamento de Gestão da Qualidade do SCM. Com percentuais que foram crescendo gradativamente, desde 2014 a regra prevê que as empresas devem entregar, em média, 80% da velocidade contratada.

Não significa que a velocidade não pode ficar abaixo dos 80% em um ou outro momento. A norma prevê o que chama de velocidade “instantânea”, aquela medida em determinado momento. Nesse caso, a velocidade nunca pode ser inferior a 40% do previsto no contrato.

“Observa-se que a velocidade fornecida à parte autora sempre esteve em patamar muito inferior aos limites estabelecidos pela referida agência reguladora, pois as medições de velocidade instantânea acostadas aos autos demonstram que o serviço sequer alcançava o percentual mínimo”, ressaltou o juiz Michel Martins Arjona, ainda na decisão original. A Claro recorreu, mas o TJRS manteve a decisão.

* Com informações do Conjur


Senacon investiga coleta de dados de geolocalização pelo Google

A Secretaria do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça notificou o escritório brasileiro sobre uma possível violação à privacidade e à proteção de dados pessoais com a captura indevida de informações de usuários.

STJ pressiona por PJe e vai recusar processos eletrônicos a partir de outubro

A partir de 1º de outubro, o Superior Tribunal de Justinça não vai mais receber processos dos Tribunais de Justiça e dos Tribunais Regionais Federais em desacordo com os padrões estabelecidos pelo Conselho Nacional de Justiça. 

Justiça condena site a pagar R$ 100 mil por uso indevido de imagem para 'memes'

A publicação de fotos sem autorização de uso de imagem, somada à venda de produtos contendo a imagem ou caricatura da pessoa, configura dano moral. Assim entendeu o juiz Thiago Inácio de Oliveira, da 2ª Vara de Cristalina (GO). A imagem foi usada em 'memes' em página de humor na Web.

Governo do Espírito Santo vai comprar 340 quilômetros de fibra óptica

Licitação está sendo conduzida pelo Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest). Projeto vai interligar 100 unidde de órgãos públicos estaduais. Hoje a infraestrutura óptica do governo já interliga cerca de 450 órgãos estaduais em quatro cidades.

Governo Trump ameaça a França por imposto cobrado às gigantes da Internet

O Senado francês aprovou uma taxa de 3% que será aplicada sobre a receita de serviços digitais vendidos na França por empresas que tenham mais de 25 milhões de euros em receita no país e 750 milhões de euros no mundo. O departamento de Comércio dos EUA questiona a legalidade do tributo.

Revista Abranet 28 . ago/set/out 2019
Veja a Revista Abranet nº 28 O 802.11ax - ou Wi-Fi 6 - promete melhor desempenho por dispositivo, cobertura estendida, maior duração de bateria no devices conectados por ele e protocolos de segurança. E muito mais.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G