Home - Convergência Digital

Brasil precisa mudar para atrair investimentos para o 5G

Ana Paula Lobo e Rafael Mariano - 13/11/2018

O 5G será uma oportunidade sem igual para novos entrantes e abre novos negócios às operadoras competitivas, afirmou a sócia da Deloitte, Marcia Ogawa, ao participar do XI Seminário TelComp 2018, que acontece nesta terça-feira, 13/11, em São Paulo. Na sua apresentação, a executiva sustentou que o 5G descontrói as camadas atuais e permitirá a coexistência das operadoras tradicionais e dos entrantes para a criação de serviços à sociedade.

"O 5G não será apenas mais rápido que o 4G. Ele muda totalmente o conceito de serviços e ofertas. O 5G é o pilar da economia digital e se o Brasil fizer o dever de casa vai ter uma possibilidade efetiva de atrair investimentos internacionais. 5G vai exigir muita infraestrutura e rede custa muito caro", ponderou Marcia Ogawa.

Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, a sócia da Deloitte diz que o Brasil precisa provar que o ambiente nacional precisa ser mais competitivo e é favorável aos novos negócios. E adverte: os impostos precisam ser mais compatíveis para se ter mais investimento. " O Brasil está competindo com muitos países por dinheiro. Não pode errar". Assistam a entrevista com Marcia Ogawa.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

08/07/2020
5G da Claro será na faixa de 2,6 GHz

08/07/2020
Faria: 5G depende de posição do presidente Jair Bolsonaro

07/07/2020
Brasscom: Sem desoneração da folha, software e serviços perdem vez no Brasil

07/07/2020
Nokia usa RAN aberto para provocar Ericsson no 5G

02/07/2020
Faixa de 1,5 GHz também pode ser destinada ao 5G para uso privado

02/07/2020
Claro traz 5G com compartilhamento de frequência para o Brasil

30/06/2020
Vivo e TIM avançam com OpenRAN para 'quebrar' concentração dos fornecedores

30/06/2020
Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

29/06/2020
Vodafone: 5G é o remédio para combater o impacto da Covid-19

26/06/2020
Como está, PL das Fake News não resolve nem robôs, nem desinformação

Destaques
Destaques

Covid-19 fez smartphone virar agência bancária com 41% das transações financeiras

As transações bancárias feitas por pessoas físicas pelos canais digitais foram responsáveis por 74% do total de operações analisadas em abril, revela a Febraban.

Oi Móvel terá um 'único' dono e Oi não se exclui do jogo do 5G

O CEO da Oi, Rodrigo Abreu, descartou a possibilidade de vender a Oi Móvel 'fatiada' para atender aos interessados: Vivo/TIM e Claro. "Sem chance. O ativo será vendido todo", disse. Sobre o 5G, diz que dependendo do modelo de venda, a Oi entra pensando em B2B, IoT e até para ser MVNO.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site