Home - Convergência Digital

Se o 4G é engessado, o 5G se define pela flexibilidade

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Pedro Costa - 03/12/2018

A palavra que define o 5G é flexibilidade. "Até agora temos redes engessadas. O 4G é engessado. O 5G vai muito além de um aumento de velocidade. Ele tem requisitos que mudam de acordo com o uso pelo usuário. Vão ser distintos cenários de utilização", explica o coordenador de Desenvolvimento do Projeto 5G Brasil e professor do Inatel, Luciano Mendes Leonel.

Ainda segundo Leonel, o 5G será o gateway universal para Internet das Coisas e também o responsável por levar conectividade universal às áreas remotas. Sobre as redes NB-IoT, que serão lançadas pelas teles móveis, o especialista as define como a primeira onda de digitalização. Luciano Mendes Leonel participou do 5G Global Event, organizado pela Telebrasil e realizado no Rio de Janeiro nos dias 28 e 29 de novembro. Assistam à entrevista.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/09/2019
TIM terá antena 5G no Cubo Itaú, em São Paulo

19/09/2019
5G chegará a 75 milhões de conexões na América Latina até 2023

18/09/2019
TVs defendem migração da banda C para Ku e calculam custo em R$ 2,9 bilhões

17/09/2019
Campo conectado exige a instalação de muita antena

13/09/2019
Claro vai fornecer WiFi nativo em todos os carros da GM na América Latina

09/09/2019
Na América Latina, 33% da população ainda não têm acesso ao celular

06/09/2019
TIM, Ericsson e Inatel inauguram laboratório 5G

06/09/2019
Brasil terá um ganho de R$ 40 bilhões por uso de faixas milimétricas no 5G

04/09/2019
Samsung anuncia produção de chip integrado 5G para celular

29/08/2019
Teles temem disparada no preço do leilão 5G

Destaques
Destaques

Na América Latina, 33% da população ainda não têm acesso ao celular

Estudo global da GSMA mostrou ainda que, em 2018, 31 milhões de empregos, entre diretos e indiretos, foram criados pela economia móvel, que gerou US$ 3,9 trilhões, ou R$ 15,8 trilhões. O 4G se tornou o padrão da telefonia móvel.

Smartphones receberam seis tentativas de ataques por minuto na América Latina

O Brasil é o país que lidera esse tipo de ataque, especialmente por meio do adware.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Carro autônomo: decisões baseadas em dados vão evitar acidentes?

Por Rogério Borili *

O grande debate é que a inteligência dos robôs precisa ser programada e, embora tecnologias como o machine learning permitam o aprendizado, é preciso que um fato ocorra para que a máquina armazene aquela informação daquela maneira, ou seja, primeiro se paga o preço e depois gerencia os danos.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site