TELECOM

Novo regulamento prevê multa virar rede em qualquer lugar do país

Luís Osvaldo Grossmann ... 12/12/2018 ... Convergência Digital

Como prometido pelo presidente da Anatel, Leonardo Morais, a agência aprovou nesta quarta, 12/12, uma proposta de alterações regulatórias sobre a atividade de fiscalização que prevê um maior uso de obrigações de fazer como alternativa preferencial à aplicação de multas. A proposta vai a consulta pública.

A ideia, como resumiu  Morais, está na “definição de obrigações de fazer que privilegiam as necessidades estruturantes previstas no PERT”, o plano estratégico de redes de telecom que traçou um panorama das lacunas de infraestrutura no país.

“Hoje existem algumas amarras pontuais que limitam a sanção de obrigação de fazer a áreas geográficas relacionadas a infração apurada e ao tema objeto da infração. Na medida que trazermos maior possibilidade para a lista das atividades com obrigações de fazer associamos às lacunas identificadas no setor”, explicou Morais em voto vista na reunião desta quarta.

“Vamos tentar fazer um uso mais racional e eficiente dos recursos de telecomunicações, tentar destinar os recursos efetivamente à melhoria da prestação e da infraestrutura, especialmente aquelas relacionadas ao PERT”, emendou o conselheiro Emmanoel Campelo.

Dentro do que propõe como regulação responsiva, replica o que a agência já adota no Plano Geral de Metas de Competição (PGMC) com relação a diferenciações municipais. E ainda um regime diferenciado para regulados com comportamentos diferentes. Bem como mexe nos incentivos à cessação de condutas infratoras.

Com isso, a proposta prevê desconto de 90% na sanção nos casos de cessação da infração e reparação total ao usuário antes da instauração do Pado, o processo administrativo por descumprimento de obrigação. Se um prestador agir entre a notificação da fiscalização e a abertura do Pado, tem 90% de desconto na multa aplicada. E 70% de desconto caso a empresa confesse, corrija e renuncie à litigância a partir da instauração do Pado.


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Reforma tributária: integrantes do PSDB discordam sobre o teor

Ao participarem  do Painel Telebrasil 2019, em Brasília, o deputado Vitor Lippi (PSDB/SP) e o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan (PSDB/RS), discordaram sobre o teor das reformas em discussão no Congresso.

TIM quer infraestrutura única para cidades com menos de 30 mil habitantes

Para o CTIO da operadora, Leonardo Capdeville, não faz sentido infraestruturas diferentes em localidades onde a receita é mais baixa. CEO da TIM, Pietro Labriola, fala em IoT como fonte nova de receita.

Anatel mantém pente fino na recuperação judicial da Oi

Agência vai manter o grupo de trabalho criado para acompanhar a operadora. Também quer receber dados financeiros, fluxo de caixa atual, receitas e custos e financiamentos, além de eventuais alienações. Prazo dado à Oi para passar as informações é de 60 dias.

Uma em cada cinco conexões à internet fixa acontece por fibra óptica

Em 12 meses, proporção dos acessos registrados pela Anatel que usam a tecnologia passou de 12% para 20% do total. Cabo detém outros 30%. O Brasil contabiliza 6,33 milhões de acessos em fibra óptica. ISPs mostram força e já representam 21% do market share.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G