GOVERNO

Por defesa cibernética, governo terá requisitos para Internet das coisas

Luís Osvaldo Grossmann ... 04/02/2019 ... Convergência Digital

Na primeira mensagem presidencial de Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional, a reforma da Previdência vai ganhar os holofotes, mas a promessa contida no documento alinha como três eixos estratégicos a segurança cibernética, a mineração com destaque para o setor nuclear, e o desenvolvimento tecnológico nacional.

Segurança, em geral, é um dos temas mais frequentes nas mais de 250 páginas da mensagem presidencial. E a defesa cibernética é especialmente citada como a primeira candidata a ganhar um plano nacional. E nela, o novo governo avisa que vai exigir medidas das redes de telecomunicações modernas.

“Serão propostos subsídios para a elaboração da Norma Complementar de Requisitos Mínimos de Segurança da Informação para Dispositivos de Internet das Coisas (IoT). O tema é atual e consta da pauta de discussões entre os Ministérios e associações empresariais interessados nos aspectos comerciais e de fomento dessa nova tecnologia”, diz a mensagem.

O novo governo diz que “será ampliada a capacidade em Inteligência Cibernética, por meio da disponibilização de novos recursos para o trabalho de coleta e processamento de dados e informações e monitoramento de ameaças”. E promete abraçar a criptografia.

“Para a segurança das informações e das comunicações estratégicas para o Estado brasileiro, deverão ser incentivados o uso e o desenvolvimento de tecnologia de ponta, com destaque para a implementação de novas soluções de segurança da informação, baseadas em algoritmos criptográficos de Estado.”

Mas ainda que faça menção a estratégias específicas já discutidas, como a que trata da transformação digital, ou mesmo os programa de inclusão digital sustentados no satélite nacional, o documento não esclarece se tais planos serão mantidos ou revistos. A íntegra da mensagem pode ser acessada aqui.


Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Félix Mendonça Junior (PDT-BA) é o novo presidente da CCT da Câmara

Parlamentar que dar atenção especial  para a discussão da chegada do 5G no Brasil e também nas novas tecnologias, entre elas, o reconhecimento facial.

Dataprev registra aumento de 10% no lucro e alcança R$ 151 milhões em 2018

Segundo relatório da administração, receitas cresceram 2,9%, enquanto os custos subiram 2%. Investimentos chegaram a R$ 182 milhões. Maior parte dos recursos foi gasto em segurança da Informação e nas licenças Oracle. Governo deve quase R$ 400 mil reais à estatal.

Ex-VP de TI da Vivo assume comando da Dataprev

Christiane Edington, que ficou oito anos à frente da área de tecnologia da operadora, tomou posse na quinta, 28/2, durante reunião do conselho de administração da estatal.

Telebras vai agir para ser lucrativa e não ser vendida no Governo Bolsonaro

“Queremos implantar parcerias e empreender novos ritmos, com metas atingíveis e consolidar o nome da Telebra”, afirmou o novo presidente da estatal, Waldemar Ortunho Junior, em primeiro encontro com funcionários. Ministro Marcos Pontes participou da reunião.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G