Home - Convergência Digital

5G em faixa milimétrica trará pelo menos R$ 37 bilhões ao Brasil até 2024

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo* - 27/02/2019

O 5G terá papel relevante para a economia da América Latina e para o Brasil, revela estudo divulgado pela GSMA, durante o Mobile World Congress, que acontece essa semana em Barcelona. O levantamento aponta que o 5G traria uma receita de US$ 20,8 bilhões até 2024 com a utilização de frequências milimétricas (acima de 6 GHz).

Boa parte dos recursos seriam gerados nos setores de indústria (34%), seguido pelos setores financeiros e profissionais (28%), governos, segurança, educação e saúde (19%), TICs e serviços (14%) e mineração e agricultura (5%). O Brasil ficaria com quase metade deste montante - 10,4 bilhões de doláres, ou 47%.

O levantamento da GSMA advertiu, porém, que o custo de espectro na América Latina é três vezes maior que o cobrado nos países desenvolvidos e esse valor alto poderá vir a ser um entrave para a entrada da tecnologia na região. O México deverá ser o primeiro país a ter o 5G, seguido pelo Brasil.

Em entrevista ao portal Convergência Digital, o diretor da GSMA Brasil, Amadeu Castro, sustenta que o leilão 5G não poderá ter o viés arrecadatório no Brasil. Segundo ele, o momento é o de garantir cobertura e oferta de serviços. A GSMA também diz que é necessário definir a questão do espectro no 3,5GHz.

*Ana Paula Lobo viajou a Barcelona a convite da Huawei do Brasil

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

24/06/2019
Huawei: "Vamos manter os altos investimentos em 5G"

18/06/2019
Mastercard: pagamento instantâneo acirra 'guerra das maquininhas'

18/06/2019
Unisys: nenhum dispositivo, nenhum software, nenhum usuário é confiável

18/06/2019
Banestes investe na nuvem para vender serviços digitais em todo o Brasil

18/06/2019
"Somos obcecados pelo cliente", diz Cleber Morais, da AWS Brasil

17/06/2019
Nuvem é motor do crescimento futuro da Huawei

17/06/2019
Serasa Experian: na corrida de gato e rato da segurança, software faz a diferença

17/06/2019
Embratel: multicloud dá liberdade para o cliente escolher a nuvem que quer

17/06/2019
Banco do Brasil usa IoT na gestão dos ativos de terminais de autoatendimento

14/06/2019
Unisys: empresa que ainda enxerga TI como despesa corre sério risco de desaparecer

Destaques
Destaques

Para injetar R$ 200 bilhões na economia, IoT tem de ficar livre das amarras tributárias

Relator da proposta de tributo zero para Internet das Coisas, deputado Eduardo Cury, do PSDB/SP, disse que o setor precisa municiar o Parlamento com dados para convencer à Casa a conceder a desoneração.

5G exige muito espectro para entregar tudo que se espera da tecnologia

Anatel, indústria e teles sustentam que a nova onda tecnológica só vai atender as demandas esperadas se tiver frequência suficiente para melhorar os serviços.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site