INTERNET

YouTube bloqueia comentários em vídeos com crianças

Luís Osvaldo Grossmann ... 28/02/2019 ... Convergência Digital

O YouTube informou nesta quinta, 28/2, que está desabilitando os comentários em vídeos que contenham crianças, na esteira das denúncias de conteúdos com exploração sexual de crianças na plataforma de vídeos, o que levou a vários anunciantes suspenderem propagandas.

“Na última semana, desabilitamos os comentários em dezenas de milhões de vídeos que poderiam ser alvo de comportamento predatório. Esses esforços foram focados em vídeos com crianças pequenas e vamos continuar a identificar vídeos em risco nos próximos meses. Vamos ampliar essa ação (...). Apenas um pequeno número de criadores poderá manter os comentários. Esses canais terão que participar ativamente da moderação de comentários e demonstrar baixo risco de comportamento predatório”, informou a empresa, em blog.

A reação se deu a partir da denúncia de um youtuber, Matt Watson, que demonstrou a facilidade com que usuários podem encontrar vídeos com comentários provocativos sobre crianças. Em seguida, anunciantes como AT&T, Nestlé, McDonald’s e a Epic Games, que desenvolve o jogo Fortnite, avisaram que estavam suspendendo propagandas no YouTube.

A empresa informa, também que está trabalhando “em um classificador mais eficiente, que vai identificar e remover comentários predatórios”, capaz de “identificar e remover 2X mais comentários”, com a ressalva que “esse classificador não vai afetar a monetização dos vídeos”. Vídeos que induzem comportamentos perigosos em crianças também serão alvo.


Abrafix vai ao STF contra Lei do Rio de Janeiro sobre interrupção de telefone e internet

A Associação Brasileira de Concessionárias de Serviço Telefônico Fixo Comutado (Abrafix) ajuizou ação contra a Lei 8.099/2018, que obriga as concessionárias de serviços públicos essenciais a informar em tempo real a interrupção de seus serviços. Entidade ressalta que a competência para legislar sobre telecom é da União.

STJ decide que é ilegal cobrar taxa de conveniência para ingressos online

Julgamento da 3ª turma do Superior Tribunal de Justiça tem validade em todo o território nacional.

PayPal quer ter voz de comando no Mercado Livre

Empresa norte-americana quer comprar US$ 750 milhões em ações ordinárias do empresa de comércio eletrônico, que quer receber um aporte de US$ 1 bilhão para 'expandir a plataforma de comércio eletrônico'.

Candidata presidencial nos EUA quer tirar poder da Amazon, Google e Facebook

Senadora do partido Democrata por Massachusetts, e em campanha para enfrentar Donald Trump no ano que vem, Elizabeth Warren defende transformar as grandes plataformas da internet em “utilities” e  desfazer fusões e compras.

Fibra óptica já atende 18% das conexões fixas à internet

Segundo balanço da Anatel, janeiro de 2019 terminou com 31 milhões de acessos ativos de banda larga. Em 2018, fibra quase dobrou. Erro nos números da Tim influenciou resultado geral.

Revista Abranet 26 . nov-dez 2018 / jan 2019
Veja a Revista Abranet nº 26 Estudo da Abranet revela a existência de um universo díspar entre os prestadores, o que impõe desafios à regulamentação mínima necessária para manter o mercado estruturado e o limite aceitável para a sobrevivência das empresas.
Clique aqui para ver outras edições

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet - Abranet

Empresas da Internet pedem mais segurança jurídica

“O Marco Civil da Internet trouxe base sólida para criar parâmetros para se ter lei mínima para a Internet seguir avançando, mas, infelizmente, vemos varias iniciativas tentando modifica-lo", afirmou o presidente da Abranet, Eduardo Parajo.

Acompanhe a Cobertura Especial do II Congresso Brasileiro de Internet

  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G