INCLUSÃO DIGITAL

Satélite e 44 novos contratos com governo aumentam receita, mas Telebras fecha 2018 no vermelho

Luís Osvaldo Grossmann ... 15/03/2019 ... Convergência Digital

As primeiras receitas do satélite geoestacionário de defesa e comunicações, especialmente via programa Gesac, e 44 novos contratos com o governo empurraram um salto de 172% nas receitas da Telebras em 2018, segundo relatório da administração divulgado ao mercado nesta sexta, 15/3.

A receita líquida da Telebras foi de R$ 199 milhões – foram R$ 73 milhões em 2017. Ajudou, mas a empresa voltou a encerrar o ano com prejuízo, desta vez de R$ 224,9 milhões, 8% abaixo do resultado registrado um ano antes, de R$ 243,8 milhões.

“Os resultados apenas não foram ainda maiores em 2018 em virtude de litigância de empresas concorrentes contra a parceria estratégica firmada pela Telebras com a ViaSat, que se arrastou ao longo de todo esse ano e atrasou a instalação e o faturamento dos circuitos satelitais”, diz o relatório da administração.

Ainda segundo o balanço, a estatal terminou 2018 com 3.654 circuitos instalados e em operação: 111% a mais do que os 1.731 circuitos em operação no ano de 2017. E chegou a 195 provedores parceiros para oferta de banda larga, em todos os estados do país.

Como destaca o relatório, o desempenho se deveu inicialmente aos 44 novos contratos com órgãos do governo, “principalmente os vinculados aos contratos da Dataprev, Ministério do Trabalho e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio)”. No total, a estatal faturou R$ 169 milhões com Serviço de Comunicação Multimídia (contra R$ 98 milhões em 2017).

Além disso, o satélite nacional rendeu pelo lado da Defesa, com a capacidade em Banda X. “O valor deste serviço foi recebido antecipadamente pela Telebras e a receita será reconhecida ao longo de 15 anos, que é o prazo da prestação do serviço firmado em contrato entre a Telebras e Ministério da Defesa”.

E o satélite também começou a gerar receitas pela banda Ka, especialmente pela “receita antecipada no exercício de 2017 pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), no valor de R$ 60 milhões, referente à entrega da reserva de banda satelital para execução do programa Gesac”.


Carreira
Empresa desenvolve algoritmo que seleciona candidatos a emprego

Sistema de inteligência artificial combina competências para o cargo com traços de comportamento, capacidades técnicas e habilidades cognitivas dentro do grupo de indivíduos que se destaca em determinada função.

TV Digital: Com parecer pró-TVs, Anatel acena com recursos para banda larga

Disputa pelos R4 3,6 bilhões acontecia entre TVs e Teles. Com saldo, haverá dinheiro para os demais projetos, afirma o presidente do Gired, conselheiro Moisés Moreira.

Infovias compartilhadas são estratégicas para ampliar a banda larga

Governo costura uma agenda de ações para massificar o acesso à conectividade no Brasil, entre elas está a revisão do fomento para as cidades inteligentes, revela o secretário de Telecomunicações do MCTIC, Vitor Menezes. Política governamental será debatida no Brasscom TecFórum, que acontece nos dias 24 e 25 de abril, em Brasília.

Embratel instala 15 mil novos hotspots gratuitos de Wi-Fi em Pernambuco

Operadora explica que serão 12500 pontos Wi-Fi instalados em órgãos do governo do Estado e aproximadmente 3000 direcionados para praças e locais públicos. Iniciativa faz parte do programa Pernambuco Conectado, que tem investimentos previstos de R$ 180 milhões.

Para Cade, não houve abuso das teles em questionar contrato da Telebras

Estatal acusou Sindisat, Sinditelebrasil e a amazonense Via Direta de ligitância de má-fé nas disputas judiciais pelo uso do satélite nacional. Para órgão antitruste, aões não eram infundadas.

Anatel empurra para abril decisão sobre uso das sobras da TV Digital

Grupo com teles, TVs, governo e agência tem até aqui três propostas distintas de como aplicar os estimados R$ 877 milhões.

Renegociação dobra fatia da Telebras em acordo com Viasat

“Aparentemente a negociação foi conseguida e vamos analisar a proposta em pouquíssimo tempo. Temos toda a pressa para permitir que o satélite seja eficaz”, afirma o ministro do TCU, Benjamin Zymler.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G