GESTÃO

Assespro: Governo tem a obrigação de assumir papel de indutor da TICs

Luís Osvaldo Grossmann ... 20/03/2019 ... Convergência Digital

Veterano de 14 maratonas e da criação de três dezenas de empresas de tecnologia, o empreendedor serial Ítalo Nogueira tomou posse na noite de terça, 19/3, como novo presidente da Assespro Nacional, a Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, que reúne mais de 2500 empresas de software e serviços de tecnologia. Na cerimônia realizada na Câmara dos Deputados, em Brasília, ele cobrou do governo e do Parlamento o reconhecimento do setor de tecnologia da informação como central ao desenvolvimento.

“Me assusta, como líder de uma entidade de tecnologia da informação, que ao longo de todos esses anos ninguém focou a indústria de TICs como indústria. O governo tem que entender seu papel indutor do setor de TI e como o setor de TI é crucial para o país”, disse Nogueira, ladeado por deputados, senadores e representantes do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações.

Ao mesmo tempo, o presidente da Assespro acenou com ações que fortaleçam as responsabilidades das empresas na relação público-privada. “O empreendedor tem a responsabilidade de entregas, inovação, preço justo, ética, transparência e compliance”, lembrou.

A primeira dessas ações foi encaminhada no mesmo dia da posse formal. “Hoje, assinamos com a Controladoria Geral da União um protocolo de intenções para trabalhar junto com o governo nos controles e boas práticas. E pensar junto na melhoria das relações setor produtivo e governo. Nós não somos os vilões”, disse.

A Assespro também criou um comitê de inteligência jurídica, cujo patrono é o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Ayres Britto, e que acompanha, entre outros, assuntos de interesse direto do setor no Judiciário, como o bloqueio de aplicativos de comunicação e de aplicativos de transporte, ou a nova lei de licitações.

Ao indicar “metas e grandes números”, o novo presidente da Assespro destacou a criação de um “fundo de investimento composto em sua maioria por empreendedores de TIC para diminuir mortalidade startups”, e estabelecer, “com governo e sociedade, um grande projeto de capacitação que cuide do capital humano e apoie o empreendedorismo no nosso setor”.


Carreira
WND e Facens firmam parceria para fomentar uso de IoT

Além da cobertura plena para a transmissão das mensagens dos sensores de Internet das Coisas, os estudantes da faculdade de Sorocaba, em São Paulo, também terão acesso a kits para desenvolverem aplicações com a tecnologia.

Huawei recicla 850 toneladas de lixo eletrônico no Brasil

Material é reciclado em Sorocaba, no interior de São Paulo.  Quarenta e duas toneladas foram de eletrônicos e cabos representaram 37 toneladas.

eSocial define configuração padrão na base de dados

A configuração padrão utilizada na base de dados do eSocial é “Case Insensitive” para diferenciação entre maiúsculo e minúsculo. Isso significa que a utilização de letras maiúsculas ou minúsculas no preenchimento dos campos é indiferente para a base de dados.

Semeghini: Decreto que extingue colegiados terá impacto zero no MCTIC

“Já fizemos um levantamento e o impacto será zero. Se escapar alguma coisa, será recriada sem prejuízo de continuidade”, afirma Júlio Semeghini.

eSocial começa a receber informações do MEI

Segundo o Fisco, hoje, o eSocial já contabiliza 30 milhões de trabalhadores cadastrados. Até outubro, a meta é chegar a 46 milhões de trabalhadores registrados em sua base de dados.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G