TELECOM

Pós-pago supera 100 milhões de acessos com impulso do 4G

Ana Paula Lobo* ... 08/04/2019 ... Convergência Digital

A Anatel, agora, define as MVNOs, operadoras virtuais, como prestadoras de pequeno porte (PPPs). Na divulgação dos números relativos à telefonia móvel de fevereiro, nesta segunda-feira, 08/04, a agência reguladora afirma que essas empresas registraram aumento de 993,14 mil linhas no serviço de telefonia móvel (+19,38%) entre fevereiro de 2019 e o mesmo mês do ano passado.  Entre as PPPs, os números divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) destacam o aumento do Grupo Datora, mais 193,43 mil linhas (+88,41%).

Segundo ainda a Anatel, a Porto Seguro, comprada pela TIM Brasil, registrou mais 154,81 mil (+25,14%), e Nextel, comprada pela Claro, mais 519,34 mil (+18,07%), também apresentaram crescimento no Serviço Móvel Pessoal nos últimos 12 meses. As PPPs, na orientação da Anatel, são empresas que detêm menos de 5% de cada mercado de varejo de telecomunicações em que atuam, entre os mercados analisados pela Anatel estão o de telefonia móvel, banda larga fixa, telefonia fixa e TV por Assinatura.

As quatro maiores prestadoras do Serviço Móvel Pessoal perderam 7,68 milhões de assinantes nos últimos 12 meses (-3,33%). A TIM teve queda de 2,66 milhões de linhas (-4,59%), seguida da Claro, menos 2,31 milhões (-3,93%), da Oi, menos 1,23 milhão (-3,17%), e da Vivo, menos 1,47 milhão (-1,96%). Com isso, a telefonia móvel reduziu a base total de linhas em operação em 6,68 milhões (-2,84%) no período.

Em fevereiro, a Vivo manteve a maior fatia do mercado de Serviço Móvel Pessoal, 73,43 milhões de linhas em operação (32,07%), seguida da Claro, 56,42 milhões (24,64%), da Tim, 55,34 milhões (24,17%), e da Oi, 37,67 milhões (16,45%). Entre as PPPs, como a Anatel agora define também as MVNOs, a Nextel registra um total de 3,39 milhões de linhas (1,48%) seguida da Porto Seguro, 770,62 mil (0,34%), e da Datora, 412,22 mil linhas (0,18%).

Em fevereiro, o 4G, LTE, avançou e chegou a 133,577 milhões de acessos ativos. Já a base total brasileira registrou 228,971 milhões de acessos, uma redução de 0,08% comparado a janeiro. Com o 4G, a base pós-paga continuou a avançar em fevereiro, adicionando 882,9 mil acessos (aumento de 0,88%) e chegando a 101,335 milhões de conexões no mês, ou 44,26% do total. Já o pré-pago desconectou mais de um milhão de SIMcards (queda de 0,82%), totalizando 127,635 milhões de linhas.

*Com dados da Anatel


Internet Móvel 3G 4G
Leilão 5G na Alemanha já supera 6 bilhões de euros

Licitação, que está na 10ª semana, superou todas as expectativas de arrecadação, mas provoca dúvidas sobre a capacidade financeira dos vencedores para investir na construção das redes.

Painel Telebrasil 2019
A 63ª edição do principal encontro institucional de lideranças do setor de telecomunicações e TICs acontecerá entre os dias 21 e 23 de maio de 2019, em Brasília. Saiba mais em paineltelebrasil.org.br
Veja o vídeo

Telefônica: gap digital é enorme no Brasil

Ao participar do Painel Telebrasil 2019, o presidente da Telefônica/Vivo, Christian Gebara, disse que  a empresa manterá os investimentos no Brasil, mas advertiu que é urgente criar um ambiente mais favorável aos investimentos. Gebara lembrou que 87% dos municípios brasileiros não contam com conexões acima de 34Mbps disponíveis.

Presidente do Senado quer votar marco de telecom até junho

"Estamos buscando o entendimento para ainda neste semestre resolvermos essa matéria e entregarmos ao Brasil a capacidade de investir R$ 20 bilhões, R$ 30 bilhões", disse Davi Alcolumbre às teles durante o Painel Telebrasil 2019.

Leilão do 5G inclui quatro faixas e será o maior da história da Anatel

Proposta que chega ao conselho diretor da agência elenca 3.600 MHz de radiofrequências para o leilão previsto para o primeiro trimestre de 2020. “Quanto maior a disponibilidade, menor será o custo de levar essa capacidade”, afirma o presidente da agência, Leonardo de Morais.

Anatel vai permitir que roteadores WiFi tenham potência maior

“Hoje temos uma limitação de 200 miliwatts na faixa de 5150 a 5350 MHz, limitando o uso apenas indoor, sendo que na faixa superior temos possibilidade de uso de até 1 Watt de potência. Plano é deixar esse limite flat”, explica o gerente de espectro da agência, Agostinho Linhares.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G