GESTÃO

Governo descarta redução, mas promete simplificação da carga tributária

Por Ana Paula Lobo* ... 17/04/2019 ... Convergência Digital

A carga tributária prejudica a competitividade brasileira, mas o reconhecimento do problema é acompanhado da justificativa de que antes de reformas como a da Previdência não há espaço para redução de impostos. Mas enquanto isso, é possível simplificar essa carga, o que seria um começo de solução, segundo defende o secretario de inovação do Ministério da Economia, Caio Megale.

O tema reforma tributária e o impacto na competitividade e produtividade do Brasil está na pauta do Brasscom TecFórum, que acontece nos dias 24 e 25 de abril, em Brasília. Ao Convergência Digital, Caio Megale reafirmou que a inovação e a digitalização da economia são prioridades para a modernização da economia.

O secretário de governo admite que a carga tributária é um dos temas que mais interferem na produtividade e competitividade da economia brasileira. Daí, sustenta, a importância de avançar na simplificação.

“É possível trabalhar na complexidade da carga tributária, na forma das pessoas e das empresas pagarem impostos. O Brasil gasta muitas horas para cumprir as obrigações de tributos federais, estaduais e municipais”, reforça o secretário de Inovação do Ministério da Economia. Assistam a entrevista com Caio Megale, secretário de Inovação do Ministério da Economia.

*Colaborou Luis Osvaldo Grossmann


Carreira
Telefônica vincula 15% do salário variável dos executivos a indicador de confiança dos clientes

Metas de 2019 terão como base o Net Promoter Score, que avalia a probabilidade dos clientes recomendarem os serviços da empresa. Atualmente, 1.650 gestores e especialistas no Brasil são elegíveis ao programa de bônus Executivo Global da Telefônica.

INSS conclui a revisão de 10 milhões de eventos no eSocial

Segundo o órgão, apenas 40 empresas de um total de 1.400 inicialmente retidas ainda estão com pendências.

Uber assume o serviço do governo federal TaxiGov, mas em contrato temporário

Desde o dia 25 de abril, o Uber é responsável pelo serviço TáxiGov, que já atendeu cerca de 15 mil servidores e colaboradores do governo federal. Licitação para a contratação pelo período de um ano está em curso, diz a secretaria de gestão do ministério da Economia.

Imposto de Renda: mainframes do Serpro operaram com pico de 89,6% de capacidade

Estatal, responsável pelo recebimento das declarações, disse que o tempo de resposta dos programas ficou em torno de 0,02%. O processamento total dos documentos recebidos termina nesta sexta-feira, 03/05.

Ministério Público regulamenta uso do WhatsApp para intimações judiciais

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) regulamentou o uso do WhatsApp para intimações de processos que tramitam no órgão e no Ministério Público.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G