GESTÃO

Aneel implanta curadoria e quer simplificar o ‘informatiquês’ para a LGPD

Luis Osvaldo Grossmann e Pedro Costa ... 22/04/2019 ... Convergência Digital

As agências reguladoras exercem um duplo papel na implementação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais. É que além da preparação interna, elas precisam conhecer o impacto da nova legislação sobre os agentes regulados, a começar pela absorção de novos custos.

“Há duas visões que convergem. Uma interna, da TI corporativa, e a de regulação setorial. Ou seja, atender o usuário interno e também como consultor sobre como trato o regulado na segurança cibernética”, avalia o superintendente de gestão técnica da informação da Aneel, Victor Hugo Rosa.

Ao participar da mesa redonda sobre o impacto da segurança da informação nos negócios das empresas e nas instituições governamentais, realizada pelo portal Convergência Digital, em parceria com a Unisys e a Dell EMC, em Brasília, fala que a agência reguladora do setor elétrico está implantando uma curadoria de dados.

“Na curadoria de dados a responsabilidade está na área fim. A área fim tem que entender o que afeta, o que bate na LGPD, o que tem de dado pessoal que precisa ter cuidado. Então, muito se resolve com a parceria da área de negócios com a TI”, observa Victor Hugo Rosa. O maior aprendizado, acredita, é para poder orientar os regulados.

“Temos pessoas nas áreas de regulação que já estão com formação, colegas em regulação e fiscalização que fizeram especialização em segurança cibernética e disciplinas da TI para ter o pessoal qualificado para entender o ‘informatiquês’. Na hora de fazer uma regulação ou de entender o pleito do agente. Porque o agente regulado vem chorar todo o custo que ele vai ter que carregar no negócio para atender os requisitos da legislação.” Assistam a participação do superintendente de gestão técnica de informação da Aneel, Victor Hugo Rosa.


Carreira
Falsas ofertas de emprego fazem o Brasil campeão de phishing

Segundo a empresa de softwares de segurança Kaspersky Lab, país teve a maior parcela dos usuários atacados por golpes de phishing no primeiro trimestre, com 22% dos ataques, em comparação com 19% no primeiro trimestre de 2018.

INSS conclui a revisão de 10 milhões de eventos no eSocial

Segundo o órgão, apenas 40 empresas de um total de 1.400 inicialmente retidas ainda estão com pendências.

Uber assume o serviço do governo federal TaxiGov, mas em contrato temporário

Desde o dia 25 de abril, o Uber é responsável pelo serviço TáxiGov, que já atendeu cerca de 15 mil servidores e colaboradores do governo federal. Licitação para a contratação pelo período de um ano está em curso, diz a secretaria de gestão do ministério da Economia.

Imposto de Renda: mainframes do Serpro operaram com pico de 89,6% de capacidade

Estatal, responsável pelo recebimento das declarações, disse que o tempo de resposta dos programas ficou em torno de 0,02%. O processamento total dos documentos recebidos termina nesta sexta-feira, 03/05.

Ministério Público regulamenta uso do WhatsApp para intimações judiciais

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) regulamentou o uso do WhatsApp para intimações de processos que tramitam no órgão e no Ministério Público.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G