INCLUSÃO DIGITAL

STF nega pedido da PGR e da Via Direta e mantém ativo contrato entre Telebras e Viasat

Ana Paula Lobo* ... 29/04/2019 ... Convergência Digital

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta segunda-feira, 29/04,  por unanimidade, negar provimento aos Agravos Regimentais interpostos pela Procuradoria Geral da República (PGR) e pela empresa Via Direta contra o contrato firmado entre a Telebras e a norte-americana Viasat para o uso do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC).

De acordo com informe da Telebras, os Agravos Regimentais objetivavam revogar a decisão da Presidência do STF, que havia deferido a contracautela para suspender a liminar proferida pela 1ª Vara Cível da Seção Judiciária do Amazonas, que suspendia a execução do contrato associativo celebrado entre a Telebras e a Viasat.

O Supremo Tribunal Federal, de acordo com a Telebras, reconheceu que a execução da liminar pelo Juízo de Manaus causa prejuízo às políticas públicas da União e da Telebras. Com essa decisão do STF, permanece suspensa a liminar proferida nos autos do referido processo até o seu trânsito em julgado. A referida decisão ainda não foi publicada. Com a decisão do STF, a utilização do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) segue sem interrupções.

Na semana passada, a procuradora-geral da República (PGR), Raquel Dodge reforçou posição contrária à decisão que suspendeu a liminar e permitiu a continuidade da exploração do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações (SGDC) por meio do contrato envolvendo a Telebras e a americana Viasat.

Na visão da procuradora, o procedimento de escolha conduzido pela Telebras – mediante exclusividade – da empresa para operar o satélite brasileiro deixava "sérias dúvidas" quanto à regularidade da contratação. O memorial encaminhado pela PGR tem como propósito reforçar a relevância da questão e subsidiar o julgamento de agravo apresentado à Suprema Corte.

Raquel Dodge alertou ainda para a constatação do Tribunal de Contas da União (TCU) de vícios e possível desequilíbrio financeiro em desfavor da estatal."Todos esses fatores fazem concluir, como demonstrado no agravo, que a continuidade do contrato de parceria entre a Telebras e a empresa americana Viasat representa risco ao interesse público", afirmou oficialmente a PGR.

Em resposta, a Telebras questionou os argumentos da procuradora-geral e classificou o contrato como "válido e legal". O STF decidiu pela validade do contrato até a votação do mérito final, em data ainda não marcada.

*Com informações da Telebras, do STF e da PGR



Carreira
Rafael Steinhauser deixa o comando da Qualcomm no Brasil e na AL

Em comunicado, o executivo informou o fim do seu segundo ciclo à frente da fabricante, iniciado em 2011. Qualcomm confirma a saída. Interinamente assume Jim Cathey, vice-presidente sênior e presidente de operações globais.

Brasil soma 424 milhões de dispositivos digitais em uso. Smartphone é o rei

São 234 milhões de smartphones em uso no País e 190 milhões de computadores, revela pesquisa da FGVcia/SP. Em 2019, foram 12 milhões de PCs vendidos. Em 2020, a Covid-19 exigiu a troca de dispositivos e deverá incrementar o mercado, diz o professor Fernando Meirelles.

Aloo Telecom cede rede de fibra ótica para viabilizar UTI virtual

A Aloo Telecom é responsável por toda a tecnologia por trás do projeto UTI Virtual, em pareria firmada com o Hospital do Coração (HCOR) e a Fundação Cardiovascular de Alagoas (Cordial). Aliança permitirá atendimento em tempo rela para 100 leitos nos hospitais do SUS de Alagoas.

No Brasil, 58% dos usuários usam apenas o celular para acessar à Internet

Nas classes D e E, o celular é o meio de acesso à rede de 85% e na área rural, ele responde pelo acesso de 70%. PCs perdem vez e as TVs avançam.

Menos de 1% dos sites no Brasil passou nos testes de acessibilidade

Brasil tem cerca de 14 milhões de sites ativos, segundo dados pesquisados pelo movimento Web para Todos.

França vai obrigar remoção de conteúdo de redes sociais em 1 hora

Lei impõe a rápida exclusão de conteúdos que envolvam pedofilia e terrorismo e dá até 24 horas para remoção do que for considerado “manifestamente ilícito”. 

eGov digital: atendimento em tempo real fica abaixo de 10% no Brasil

Pesquisa TIC Governo Eletrônico 2019 mostra que o uso dos chatbots ficou em 8% nos órgãos federais. Nos estaduais, o percentual cai para 5%.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G