INOVAÇÃO

Maternidade de Belo Horizonte usa biometria feita no Brasil para prevenir troca de bebês

Ana Paula Lobo ... 13/05/2019 ... Convergência Digital

Uma tecnologia de identificação por biometria, desenvolvida por uma empresa 100% nacional, a Griaule, está sendo usada de forma pioneira pelo Hospital da Polícia Militar, em Belo Horizonte. A instituição é a primeira a implementar o cadastramento neonatal e infantil para registrar e cadastrar a imagem da palma da mãos dos recém-nascidos. Desde fevereiro do ano pasasado, a identificação biométrica é obrigatória por ordem do Ministério da Saúde.

O diretor da Griaule, João Weber, explica que a identificação de recém-nascidos é complexa. A solução desenvolvida pela empresa registra a imagem da impressão palmar do bebê, ou seja, a imagem da palma da mãozinha. "Os dedos dos recém-nascidos são muito pequenos, as papilas das digitais são muito próximas. Já a impressão palmar é muito maior. Dá para extrair muito mais informação para identificar e registrar o recém-nascido," diz Weber.

A solução, na prática, envolve um software que coleta as impressões palmares dos bebês e as armazena no sistema, onde são comparadas às impressões dos outros bebês para garantir sua identidade. "Somos agnósticos com relação ao hardware de leitura usado. Eles podem ser de diferentes fornecedores, o que facilita a adoção da solução", acrescenta o diretor da Griaule.

No dia a dia do hospital, ainda na sala de parto, as mãozinhas do bebê são registradas por um leitor, que automaticamente as vincula as imagens à identidade da mãe ou responsável. "Nenhum bebê pode ser retirado da maternidade sem ser passar pelo reconhecimento biométrico. Infelizmente no Brasil é comum a troca de bebês nas maternidades. Com a identificação palmar do recém-nascido, isto se torna impossível, assegura o executivo da Griaule. O valor do contrato não foi revelado pelas partes.

Em  entrevista ao Convergência Digital, João Weber diz que, agora, a empresa vive a expectativa de ver a solução implantada em mais hospitais do Brasil. Sobre a concorrência com outras empresas de biometria, inclusive com multinacionais, o executivo diz que a Griaule nasceu com o DNA globalizado, em 2002. "Sempre pensamos em uma empresa do mundo. Temos uma filial nos Estados Unidos e estamos também na Europa". Hoje a companhia conta com mais de 4000 clienetes, entre eles, as principais Autoridades Certificadoras do Brasil, A Caixa Econômica e o TSE.



Cloud Computing
Perda dos dados é o medo real dos gestores de segurança com a nuvem pública

Acessos não autorizados, interfaces inseguras, más configurações e hijacking de contas são as principais vulnerabilidades apontadas pelas companhias para não colocarem suas infraestruturas na nuvem pública, revela estudo global da Check Point.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Serviços de voz estão mais vivos do que nunca na jornada digital

Quem pensa que os serviços de voz serão secundários está cometendo um erro, pontuou Douglas Silva, executivo da AWS. "Acreditamos que nos próximos 24, 36 meses a voz vai evoluir de apenas serviço informacional para transacional".

Febraban: o céu é o limite para modelos de negócios com blockchain

A blockchain bancária é ainda uma produção pequena, mas é um marco para o setor, observa o diretor setorial de Tecnologia da Febraban, Gustavo Fosse. Sobre o Open Banking, a única certeza é que ele vai vir e já no ano que vem.

Distributed Ledger: open source e blockchain unem esforços

Para o diretor de DCX das Capgemini, Thiago Nascimento, a tecnologia de livro-razão (Distributed Ledger) será disruptiva e exigirá a interoperabilidade do setor financeiro.

Biometria é o ‘empurrão do governo’ para aumentar a bancarização

Inclusão financeira passa por ações mais efetivas do governo, como aconteceu na Índia, afirma diretor-geral da Tata Consultancy Services no Brasil, Tushar Parikh.

BBTS quer ser a integradora dos pequenos bancos no open banking

Para a BBTS, o novo modelo de atuação do sistema financeiro exige aportes que nem todas as instituições financeiras terão fôlego para fazer.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G