TELECOM

Celulares Top vendem menos e modelos básicos turbinam fabricantes chinesas

Convergência Digital ... 28/05/2019 ... Convergência Digital

As vendas globais de smartphones caíram 2,7% no primeiro trimestre de 2019, totalizando 373 milhões de aparelhos, segundo números divulgados pela consultoria Gartner nesta terça, 28/5. Samsung e Apple perderam participação, enquanto a Huawei consolidou-se como segunda maior fabricante de celulares do planeta.

A coreana Samsung manteve-se na liderança do mercado, tendo vendido 71,6 milhões de celulares entre janeiro e março. O número, no entanto, representa uma queda de 8,8% sobre o primeiro trimestre de 2018. Com isso, a fatia da Samsung, que era de 20,5% do mercado há um ano, recuou para 19,2%.

A Apple, com queda de 17,6% na comparação anual, vendeu 44,5 milhões de celulares no período analisado – 10 milhões a menos que no primeiro trimestre de 2018, fazendo com que a participação da fabricante americana tenha caído de 14,1% do mercado global para 11,9%.

Com isso, foi superada pela chinesa Huawei, como o próprio Gartner já indicara a partir dos volumes embarcados. A empresa vendeu 58,4 milhões de aparelhos no primeiro trimestre, o que fez sua participação subir de 10,5% para 15,7% do mercado mundial de celulares.

Para o Gartner, a variação nas vendas está relacionada à menor demanda por smartphones ‘premium’, mais caros e que representam porções significativas dos aparelhos vendidos pela Samsung e especialmente pela Apple. Segundo a consultoria, a demanda por aparelhos ‘básicos’ está mais forte que para os topo de linha.

Como os números são do primeiro trimestre, não refletem o bloqueio comercial anunciado pelos Estados Unidos em 15 de maio. Mas para a consultoria, “a indisponibilidade dos apps e serviços da Google nos smartphones da Huawei, se implementada, vai afetar a posição da empresa no mercado de smartphones, que representa metade do negócio da Huawei em aparelhos celulares”.

Entre as principais fornecedoras mundiais, os demais destaques são todos de fabricantes chinesas. A Oppo vendeu 29,6 milhões de aparelhos no período, elevando sua fatia de mercado de 7,3% para 7,9%. A Vivo ficou com a quinta posição ao vender 27,3 milhões de celulares (7,3% do mercado) e bateu a Xiaomi, que vendeu 27,2 milhões.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Teles fazem campanha por conta digital sem papel

Segundo Sinditelebrasil, 76 milhões de clientes ainda recebem faturas impressas todos os meses – em média, 152 milhões de folhas. 

Consumidores reclamam de proposta da Anatel que reduz conselho de usuários

Idec e Coalizão Direitos na Rede apontam que novo regulamento do Cdust prevê apenas um conselho nacional por operadora, no lugar dos 30 regionais atuais. E que agência suspendeu eleição com 300 mil votos. 

Projeto que torna roaming obrigatório passa na CCT da Câmara

Medida, que na prática já é prevista em leilões de espectro, vale somente para Vivo, Claro, Tim e Oi. 

STF nega recurso e TIM vai pagar multa de R$ 1 milhão por “Ilimitado” e “Liberty”

Em ação iniciada ainda em 2012, Ministério Público do DF reclamou de publicidade enganosa e restrições unilaterais nos contratos. Em nota, TIM “reitera o compromisso com a transparência das suas ofertas de planos e serviços”. 




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G