INOVAÇÃO

Aplicativo do Flamengo do BS2 já teve mais de 700 mil downloads

Por Roberta Prescott e Carlos Afonso ... 12/06/2019 ... Convergência Digital

Fundado em 1992, o antigo banco Bonsucesso iniciou uma nova fase de sua história em 2017. O agora chamado BS2 se classifica como um hub de serviços financeiros, digital e online. Conforme explicou Rudy Mendes Cordeiro, da diretoria de tecnologia do Banco BS2, a instituição entendeu que os clientes precisam não de bancos tradicionais, mas de serviços financeiros.

O Banco BS2 é patrocinador do Flamengo e lançou um aplicativo com a cara do time carioca para os torcedores abrirem contas correntes. O aplicativo possui as mesmas funcionalidades do aplicativo convencional do BS2, mas personalizado com as cores do rubro-negro. "Em 30 dias, entregamos a personalização de um aplicativo de banco para o Flamengo, criamos hotsite para votar no design do cartão e lançamos os serviços. Este é um exemplo concreto de como podemos nos reinventar", disse. Segundo Cordeiro, já foram feitos 700 mil downloads do app do banco do Flamengo.

O BS2 vem usando open banking para permitir a empresas de diversos setores automatizarem seus processos financeiros, por meio do acesso direto aos serviços transacionais da instituição. Desde consulta de saldo ao envio e recebimento de TEDs, pagamento de contas, emissão e recebimento de boletos e conciliação de extratos. "Percebemos que a indústria e a sociedade mudaram; entenderam que não precisam de banco, mas de serviços bancários; e, assim, partimos para a iniciativa digital de fato. Entregar um banco via aplicativo e soluções bancárias via APIs", explicou.

O banco tem também três startups integradas a seu barramento e mantém relacionamento ativo com ecossistemas geradores de inovação, como universidades. Além disso, desde o ano passado, tem implementadas interfaces de programação de aplicações (API, na sigla em inglês) em iniciativa de open banking. "Acreditamos que qualquer um pode consumir nossos serviços bancários via API. Hoje temos 20 APIs transacionais e 30 clientes usando APIs em modelo taylor made", disse o executivo. Assistam à entrevista.


TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

Arquitetura distribuída: uma tendência que vai chegar ao Brasil

Na China, conta Daniel Leung, chefe de Fintechs e Arquitetura na Forms Syntron, ao trocar a arquietura tradicional pela distribuída, um banco ficou apto a suportar até 100 milhões de contas correntes.

Adarsh Kumar, Capgemini: open banking é transformador, mas dados pertencem aos clientes

O open banking vai mudar o modelo de serviços bancários, afirma o CTO e líder de cibersegurança para a América Latina da Capgemini.

Thales Teixeira, da Harvard: disrupção digital vai muito além da tecnologia

"Unidades de negócios podem se tornar desnecessárias em empresas estabelecidas, e o CEO terá de tomar decisões relevantes", adverte o professor Thales Teixeira, da Harvard Business School.

Bradesco: Next não vai 'matar' o banco tradicional

O diretor-presidente do Bradesco, Octavio de Lazari Junior, garante que os dois modelos de negócio irão conviver, mas admite que as agências físicas vão mudar de perfil. Também revela que o Next mira um público mais jovem.

Brasileiro quer dar adeus às senhas com o uso maior da biometria

Sonho de consumo, revelado em estudo da IDEMIA, é de usar biometria para pagamentos online e para acessar ambientes dentro da própria casa. Brasil desponta em primeiro lugar no uso da biometria pela impressão digital, mas despenca posiçoes no uso do reconhecimento facial.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G