Clicky

Convergência Digital - Home

Embratel: multicloud dá liberdade para o cliente escolher a nuvem que quer

Convergência Digital
Ana Paula Lobo e Rafael Mariano - 17/06/2019

O mundo mudou, os clientes mudaram, e a Embratel ou qualquer outra prestadora de serviços de telecomunicações precisa estar pronta para atender às novas demandas, observa o diretor-executivo, Antonio João Filho. Segundo ele, mesmo com as novas tecnologias, a conectividade é o pilar da transformação digital.

"A conectividade precisa ser robusta, a comunicação precisa ser perene e estar disponível o tempo todo para que o negócio funcione", salientou em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital.

Com relação à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, o papel da Embratel é oferecer segurança para evitar que as empresas sejam surpreendidas por vazamento de dados ou ataques DDoS que paralisem as suas atividades. "Nós, como prestadoras de serviços, oferecemos testes de vulnerabilidades para mitigar os riscos", afirmou.

O uso da nuvem cresce e os bancos, de três anos para cá, estão mais abertos, especialmente após a resolução do Banco Central que permitiu o uso de nuvem não proprietária. No caso da Embratel, a estratégia foi centrar os negócios na multicloud. "Temos a nossa nuvem própria para oferecer, mas também oferecemos as nuvens de parceiros como AWS, Google e Azzure", disse. Para Antonio João Filho, multicloud permite ao cliente a liberdade de escolher a nuvem mais aplicada ao seu modelo de negócio. Assistam à entrevista com Antonio João Filho.


Destaques
Destaques

Sky nega venda de data center e quer ter 100% dos sistemas na nuvem em 2022

"O projeto era ter tudo este ano, mas tivemos que rever por conta da pandemia. Vamos ficar com 80% dos sistemas de TI na nuvem da Oracle. Mas isso não significa que vamos nos desfazer do nosso data center. Ele será realocado para a Engenharia", afirmou André Nazaré, diretor de TI da Sky Brasil.

Teradata é 100% cloud e open source

Há 40 anos no Brasil, empresa disse adeus ao hardware para ser uma companhia de software e de computação em nuvem. "Boa parte das empresas trata os dados como uma mercadoria. Eles estão em silos, mal gerenciados e inacessíveis para quem precisa", observa o diretor geral da Teradata no Brasil, Fabio Oliveira.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Cloud é bom, mas quem gerencia?

Edmilson Santana*

Se a nuvem soluciona problemas de um lado, de outro sua operação demanda a formação de um time capaz de traduzir demandas de negócio em continuidade operacional, e isso de forma ágil, produtiva e consistente.

Como a IaaS está alinhada ao seu negócio?

Por Fábio Lucinari*

Cada vez mais é preciso considerar que as opções convencionais de TI tendem a ser ineficientes no trabalho de auxiliar as companhias a se adaptarem às necessidades e aos desafios do cenário atual. Infraestrutura como serviço oferece soluções projetadas sob medida e aprimoram o consumo da área de tecnologia.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site