Home - Convergência Digital

TIM faz piloto de 5G em 'rede viva' em Florianópolis

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo, de Florianopólis - 26/06/2019

A TIM está fazendo um piloto com o 5G em sua rede 'viva', ou seja, na ERB instalada para atender o campus da Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis O piloto, autorizado pela Anatel, acontece na faixa de 3,5GHz e usa 100 Mhz para a sua realização, contou o diretor de rede da TIM Brasil, Marco Di Constanzo. As aplicações testadas estão sendo produzidas pela Fundação Certi e envolvem cidades inteligentes, indústria 4.0 e Internet das Coisas.

"Não é um laboratório. Não é um teste fechado. Colocamos o 5G na nossa torre aqui na UFSC e ele está funcionando ao lado do nosso 2G, 3G e 4G. Ela está integrada à nossa infraestrutura. O sinal é levado para Maringá, Curitiba e depois para o Rio de Janeiro", diz Constanzo. A possível interferência do 5G na faixa de 3,5GHz é minimizada pelo executivo. "Os conflitos são absolutamente gerenciáveis", informou.

Outros testes serao realizados na cidade de Santa Rita do Sapucaí, em Minas Gerais, com a Ericsson e a Inatel como parceiras, e em Campina Grande, com a Universidade Federal de Campina Grande e a Nokia. "O 5G é um grande ecossistema. É um novo habilitador de negócios e é isso que estamos testando, novas aplicações para dar mais competitividade e produtividade", diz Constanzo.

Do ponto de vista técnico, Constanzo revelou que, até o final do ano, a TIM terá 4G em mais 300 cidades o que levará a cobertura a mais de 3500 localidades no Brasil. "Não existe 5G, sem 4G. O 4G é a base porque levamos fibra óptica", observou. Em entrevista à CDTV, do Convergência Digital, Marco Di Constanzo, revelou ainda que  virtualização, para o uso do edge computing, segue em curso.

"Teremos 37 data centers virtualizados, 12 para o core da rede, e 25 para edge computing. 5G exige menor latência. O edge computing viabiliza essa menor latência agregada ao 5G", completa. Para o diretor de rede da TIM Brasil, o leilão das frequências acontecendo de fato no primeiro trimestre de 2020, o ano que vem será ainda de operações não comerciais e pilotos. "O 5G chegará para valer em 2021 se o cronograma for mantido", afirmou. Assistam a entrevista.

*Ana Paula Lobo viajou a Florianópolis a convite da TIM Brasil

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

02/06/2020
Verizon e AT&T admitem que venderiam 5G fixo que 'nem água' por conta da Covid-19

01/06/2020
CPQD se filia à consórcio de inovação aberta para o 5G

28/05/2020
TIM se conecta ao POP internacional da Sparkle em Salvador

28/05/2020
Profissional de IA tem de gostar de fazer a tecnologia acontecer

27/05/2020
Cisco: 'Sempre estivemos e estamos no jogo do 5G"

27/05/2020
Coronavírus atrasa entrega de telefones 5G e impacta venda global de celulares

26/05/2020
Autoridade de Dados burocrática vai matar a inteligência artificial

26/05/2020
IA feita no Brasil salva vidas ao monitorar três milhões de pacientes

25/05/2020
Covid-19 impôs uma transformação digital 'goela abaixo' no Brasil

22/05/2020
Anatel: Parabólicas comprometem porta de entrada do 5G no Brasil

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site