INOVAÇÃO

Aceleradora de startups de hardware do Brasil abre inscrições

Convergência Digital ... 03/07/2019 ... Convergência Digital

A Hards, primeira aceleradora de startups de hardware do país e spin-off da Darwin Startups, está com inscrições abertas para o programa de pré-aceleração equity-free, batizado de Hards Factory. As inscrições vão até o dia 09 de agosto, exclusivamente pelo site www.hards.com.br. O início do Hards Factory ocorrerá em setembro deste ano.

Segundo Marcos Buson, diretor do programa, além do time de mentores especializados em manufatura e distribuição, a aceleradora também fará aportes financeiros em troca de participação nas empresas. "Os benefícios vão desde suporte a captação de recursos via editais de fomento e incentivos fiscais, até acesso a laboratórios de prototipagem e a uma infraestrutura completa para fabricação de lotes pilotos, tudo isso no mesmo prédio".

São parceiros da aceleradora a Fundação CERTI, a Federação das indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e a PRODUZA S/A, especializada em montagem de placas eletrônicas em pequenas e grandes séries. A HARDS divulgou a criação de um veículo de investimento de R$ 10 milhões para essa operação - os recursos ainda estão sendo captados pela aceleradora.

Para José Eduardo Fiates, diretor da FIESC e Superintendente da CERTI, as startups de hardware terão chances de captar recursos via subvenção econômica, com o apoio da aceleradora. "Por muitos anos na CERTI fomos capazes de desenvolver projetos para utilizar recursos de editais e benefícios fiscais que apoiam pesquisa e desenvolvimento especialmente de hardware. Temos convicção que podemos transportar essa experiência ao programa e auxiliar ainda mais os empreendedores a desenvolver e escalar seus produtos".

Desde 2015, Florianópolis conta com uma aceleradora, o Darwin Startups, como parte do ecossistema e das iniciativas da Fundação CERTI. De acordo com o fundador Marcos Mueller, "o modelo Multi-Corporate Venture com diversos players protagonistas em seus segmentos tornou o Darwin referência nacional. Nosso modelo de investimento é baseado na conexão e impulsionado em grandes corporações que fazem parte do grupo de investidores, são eles: Neoway, Grupo J. Safra, RTM, TransUnion e B3".

Serviço

Inscrições HARDS - Primeira aceleradora para startups hardware do Brasil
Período de inscrições: de 01/07 a 09/08/2019.
Site para inscrições: www.hards.com.br


Cloud Computing
Backup e arquivamento de dados pessoais são os maiores riscos à privacidade de dados

Nos próximos dois anos, as organizações que não revisarem as políticas de retenção de dados para reduzir o volume de informações armazenadas e, por extensão, os dados que são copiados, enfrentarão um enorme risco de não conformidade, bem como os impactos, no bolso, de uma eventual violação.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

DBServer: competitividade exige uma nova maneira de fazer software

Ao completar 25 anos, a companhia gaúcha investe em novas tecnologias, entre elas, Blockchain, com o lançamento, em setembro, de um projeto dedicado à área de saúde, conta Verner Heidrich.

Serviços de voz estão mais vivos do que nunca na jornada digital

Quem pensa que os serviços de voz serão secundários está cometendo um erro, pontuou Douglas Silva, executivo da AWS. "Acreditamos que nos próximos 24, 36 meses a voz vai evoluir de apenas serviço informacional para transacional".

Febraban: o céu é o limite para modelos de negócios com blockchain

A blockchain bancária é ainda uma produção pequena, mas é um marco para o setor, observa o diretor setorial de Tecnologia da Febraban, Gustavo Fosse. Sobre o Open Banking, a única certeza é que ele vai vir e já no ano que vem.

Distributed Ledger: open source e blockchain unem esforços

Para o diretor de DCX das Capgemini, Thiago Nascimento, a tecnologia de livro-razão (Distributed Ledger) será disruptiva e exigirá a interoperabilidade do setor financeiro.

AWS vira aceleradora virtual de projetos voltados à educação no Brasil

Iniciativa, que foi lançada há dois anos nos EUA, já destinou US$ 2 milhões para startups e empresas de tecnologias da área educacional. Prazo para a análise de um projeto é de 12 dias. "É para fazer acontecer mesmo", disse o country manager do setor público da AWS, Paulo Cunha.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G