TELECOM

‘Não Me Perturbe” encerra primeira semana com 1,5 milhão de adesões

Convergência Digital ... 23/07/2019 ... Convergência Digital

Em uma semana, encerrada na noite de segunda, 23/7, o site “Não Me Perturbe” recebeu 1,459 milhão de pedidos de bloqueio de ligações indesejadas de serviços de telecomunicações – ou seja, em 30 dias não mais receberão ligações com ofertas das empresas de telefonia, internet e TV por assinatura. Os números são da Anatel. 

A agência informa que em junho deste 2019 determinou que as empresas de telecomunicações criassem uma lista única de consumidores que não queriam mais receber as chamadas com ofertas de serviços de telefonia, TV por assinatura e banda larga. A medida vale para as empresas Algar, Claro/Net, Nextel, Oi, Sercomtel, Sky, TIM e Telefônica/Vivo.

A Anatel explica que “a lista do ‘não me perturbe’ vale para todo o Brasil e não substitui os cadastros geridos por Procons”. Essas listas estaduais incluem ligações indesejadas de todos os setores econômicos, enquanto a ferramenta criada pelas operadoras de telecom é exclusiva do segmento. 

“No Brasil, estudos de mercado estimam que cerca de dois terços dessas ligações são provenientes de outros setores econômicos que não os de telecomunicações. Em função das competências legais da Anatel, a medida alcança apenas as empresas de telecomunicações, que respondem por cerca de 32% das chamadas indesejadas”, diz a agência. 


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Consumidores reclamam de proposta da Anatel que reduz conselho de usuários

Idec e Coalizão Direitos na Rede apontam que novo regulamento do Cdust prevê apenas um conselho nacional por operadora, no lugar dos 30 regionais atuais. E que agência suspendeu eleição com 300 mil votos. 

Projeto que torna roaming obrigatório passa na CCT da Câmara

Medida, que na prática já é prevista em leilões de espectro, vale somente para Vivo, Claro, Tim e Oi. 

STF nega recurso e TIM vai pagar multa de R$ 1 milhão por “Ilimitado” e “Liberty”

Em ação iniciada ainda em 2012, Ministério Público do DF reclamou de publicidade enganosa e restrições unilaterais nos contratos. Em nota, TIM “reitera o compromisso com a transparência das suas ofertas de planos e serviços”. 

Bolsonaro: Nova Lei de Telecom é uma oportunidade ímpar de mudar o Brasil

Governo realizou uma solenidade no Palácio do Planalto para marcar a sanção do novo marco legal. Ministro Marcos Pontes e representantes do setor participaram da cerimônia.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G