GESTÃO

Governo federal vai usar TáxiGov no Rio de Janeiro

Convergência Digital* ... 30/07/2019 ... Convergência Digital

O Ministério da Economia concluiu o pregão eletrônico para contratação de serviço de transporte de servidores, empregados e colaboradores dos órgãos e entidades da administração pública federal no município do Rio de Janeiro e sua região metropolitana. 

Segundo a pasta, a Cooperativa de Trabalho de Táxi Carioca Ltda (Cooparioca) foi a vencedora com o preço de R$ 2,89 por quilômetro rodado, valor 10% inferior ao máximo estimado de R$ 3,21. É mesmo modelo adotado em Brasília, que usa chamadas por aplicativo para solicitar transporte.

Com a implantação desse tipo de sistema, que já atende os servidores federais no Distrito Federal desde 2017, o governo deverá economizar 48% nos gastos com serviço de transporte dos servidores que atuam na região do Rio de Janeiro. A contratação equivale a 5,1 milhões de quilômetros que deverão ser percorridos num período de 12 meses, totalizando o valor de R$ 14,73 milhões. Atualmente, os órgãos integrantes da Administração Pública no RJ pagam, em média, R$ 5,56 pelo quilômetro rodado. Com o TáxiGov, o gasto será de R$ 2,89.

 A expectativa é de que 51 instituições federais, incluindo hospitais, agências reguladoras, institutos federais, universidades, Banco Central, Comissão de Valores Mobiliários, Arquivo Nacional entre outros migrem para o novo sistema. No Distrito Federal, o uso do TáxiGov, em substituição a veículos próprios e alugados, reduziu em mais de 60% os gastos com transporte de servidores. O próximo estado a aderir ao serviço será São Paulo.

* Com informações do Ministério da Economia


Plataforma consumidor.gov.br atinge a marca de 2 milhões de registros

No ano passado, o índice médio de solução de conflito foi de 81%.  Projeto completa cinco anos e envolve a Secretarian Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça e o Tribunal de Justiça de São Paulo.

Projeto de Lei quer enquadrar apps como 99 e Uber no Código do Consumidor

Hoje, diz o autor do PL, deputado Sérgio Vidigal (PDT/ES), o atendimento desses aplicativos é insatisfatório e viola as normas existentes de defesa do consumidor. Uma das medidas impostas é a obrigação de ter um SAC por telefone, funcionando 24 horas.

INPI promete reduzir prazo para registro de chips de 70 para 7 dias

Sistema batizado ‘e-Chip’ permitirá a solicitação online no caso de topografias de circuitos integrados. Plano de digitalização dos serviços também prevê que o Instituto vai aceitar pagamento por cartão, no lugar da GRU. 

Governo de São Paulo oficializa programa SP Sem Papel

Primeira etapa do projeto será implantada neste mês nas Secretaria de Governo, Casa Civil, Fazenda e Planejamento, Educação, Saúde, Desenvolvimento Regional e na Prodesp. Iniciativa será finalizada em 2020, com a adesão da administração indireta. Servidores serão treinados por EAD.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G