Convergência Digital - Home

TIM compra 1000 servidores Nokia/Intel para expandir o edge computing

Convergência Digital
Ana Paula Lobo* - 01/08/2019

A TIM fechou a compra de 1000 servidores AirFrame de última geração, com processadores Intel Xeon, lançados em abril deste ano, para expandir o projeto de virtualização de redes no Brasil. O acerrto entre as partes foi divulgado nesta quinta-feira, 01/08. Na teleconferência de resultados do segundo trimestre, realizada nesta quarta-feira, 31/07, o CTIO da operadora, Leonardo Capdeville, anunciou a expansão dos datacenters de 21 para 37 em todo o país até o final de 2021.

"Ter o edge computing é crucial para evoluirmos para o 5G. O edge computing reduz a latência e aumenta a velocidade e a estabilidade do uso de dados", afirmou o executivo. O montante investido na aquisição dos 1000 servidores Nokia AirFrame não foi revelado pelas partes. O contrato com a TIM é o primeiro fechado pela Nokia/Intel na América Latina. O servidor AirFrame foi apresentado em Barcelona, no Mobile World Congress, com aplicações de realidade virtual em 5G.

Indagado sobre o futuro dos datacenters, Capdeville disse que as unidades voltadas para TI é que estão sendo vendidas pelos seus concorrentes. "Investir em datacenters menores para edge computing é o futuro, especialmente, por conta das aplicações que vão surgir com o 5G", reforçou. Na prática, o edge computing permite que os dados sejam processados e armazenados em um servidor localizado no mesmo espaço onde foram gerados. Isso acaba evitando problemas de latência – termo utilizado para descrever o período em que os dados processados vão até a nuvem e voltam para o dispositivo, o que termina por gerar lentidão.

*Com informações da Assessoria da Nokia


Destaques
Destaques

Menos de 20% das empresas migraram cargas de trabalho para a nuvem na América Latina

A transformação digital passa pela nuvem, mas ainda há muito espaço para colocar as cargas de trabalho no ambiente cloud, pontuou David Farrell, da IBM. Empresa anunciou a criação, em 2020, de uma multizone region latino-americana, a sétima do tipo da IBM no mundo.

Uma empresa utiliza, em média, 1295 serviços na nuvem

Relatório Netskope Cloud Report aponta que as três principais violações de política detectadas em serviços de nuvem corporativa incluem Prevenção a Perda de Dados (DLP), política de atividade na nuvem e, violações de atividade atípica.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

As lições do buraco negro e da análise de dados às empresas

Por Paulo Watanave*

O fato é que por trás das aplicações e sistemas usados nas operações já existe um grande e variado conjunto de insights e algoritmos que podem ser usados para gerar valor real às organizações e para as pessoas de um modo geral. Estima-se que menos de 10% das companhias em todo o mundo tenham estratégias bem definidas para a utilização dos recursos digitais e das informações.

Edge Computing para acelerar os negócios das empresas brasileiras

Por Henrique Cecci*

O que é, afinal, Edge Computing? Trata-se da aplicação de soluções que facilitam o processamento de dados diretamente na fonte de geração de dados. No contexto da Internet das Coisas (IoT), por exemplo, as fontes de geração de dados geralmente são "coisas" com sensores ou dispositivos incorporados.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site