Convergência Digital - Home

Serpro prepara upgrade de datacenter para Tier III em Brasília

Convergência Digital
Convergência Digital - 12/08/2019

O Serpro prepara a contratação de um upgrade em seu centro de dados de Brasília, com vistas a obter certificação de Tier III. Para tanto, abriu uma consulta pública conhecer custos, soluções e tecnologias com vistas a projeto de engenharia para adequação da infraestrutura. 

Como aponta no edital da consulta, a “certificação de Centros de Dados é uma realidade do mercado de TI, que exige que os serviços estejam hospedados em ambientes seguros e com alta disponibilidade”. E a mencionada adequação no datacenter já começou com um estudo para listar todas as defasagens da infraestrutura atual comparada à exigida no padrão Tier III. 

“Nesta segunda etapa será elaborado um anteprojeto de engenharia pelo Serpro, o qual será a base para se realizar uma contratação integrada, na qual a empresa vencedora da futura licitação será responsável pela elaboração dos Projetos Básico e Executivo, além da execução da obra. Assim, o resultado final da contratação integrada é o Centro de Dados com Certificação Tier III”, diz o documento.

A consulta recebe contribuições por 30 dias a partir desta segunda, 12/8, que devem ser enviadas para o email bruno.cunha@serpro.gov.br. 


Destaques
Destaques

IDC: mercado de nuvem pública vai chegar a R$ 15 bilhões em 2020

Mercado de TI brasileiro vai crescer 5,8% impulsioando pelos negócios de clóud computing e pela aceleração do mercado de software. Nuvem privada tem a preferência das grandes empresas e fica com até 25% do orçamento destinado à TI.

BRK Ambiental, CTG Brasil e Via Varejo aderem à nuvem na jornada digital

Empresas implementaram a plataforma SAP S/4HANA para sustentar a estrastégia digital. Os negócios de cloud tiveram forte impacto na receita da SAP Brasil.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Desafios às empresas: Contêineres, Orquestração e Microsserviços

Por Lenildo Morais*

Com o padrão “multi-edge edge computing”, o tráfego e os serviços de TI mudam de uma nuvem centralizada para micro-nuvens espalhadas o mais próximo possível dos usuários. As operadoras terão que oferecer serviços sob demanda, e mesmo em tempo real, para atender a todos os tipos de aplicativos.

Você já pensou no impacto que os seus dados geram no planeta?

Por Gustavo Loiola*

Hoje, são milhares de data centers espalhados pelo Planeta. É engraçado pensar nisso quando hoje falamos da tal da “nuvem" que armazena os nossos dados. Tiramos uma foto? Vai para a nuvem. Postamos no Instagram? Vai para a nuvem. Netflix, Spotify, Deezer? O streaming também está na nuvem.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site