Home - Convergência Digital

TRT de São Paulo marca julgamento do dissídio coletivo de TI

Convergência Digital* - 14/08/2019

Depois de quase cinco meses de espera - foi colocado em pauta no dia 4 de abril, a audiência para o julgamento do dissídio coletivo de 2019 tem data marcada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e ocorrerá no dia 28 de agosto.

Dentre os pontos presentes na proposta, estão: reajuste de 3,43% em todas as cláusulas econômicas - o que equivale a R$ 18,62 para o auxílio-refeição, manutenção da homologação no Sindpd para os empregados que assim desejarem e da apresentação de proposta de PLR.

Os argumentos foram apresentados na sessão do dia 4 de abril, pelo desembargador Rafael Pugliese e se baseiam na proposta do TRT. Sendo julgada pela Seção Especializada em Dissídio Coletivo, a sessão ocorrerá às 15:30 na sala 20 do TRT.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

09/10/2020
Convenção de TI São Paulo: Patrões e empregados não se entendem na Justiça

09/07/2020
TRT/SP rejeita cautelar das empresas de TI e cobra Convenção Coletiva 2020

21/02/2020
Trabalhadores em TI no Distrito Federal querem aumento real de 3%

14/02/2020
Dissídio TI/São Paulo: Trabalhadores querem convenção coletiva para empresas com até 100 trabalhadores

23/01/2020
Trabalhadores de São Paulo rompem com o sindicato das empresas de TI

11/10/2019
Trabalhadores de TI do Rio de Janeiro fecham CCT 2019/2021

29/08/2019
TRT julga dissídio coletivo de TI em São Paulo

14/08/2019
TRT de São Paulo marca julgamento do dissídio coletivo de TI

05/04/2019
TRT define reajuste de 3,43% no dissídio coletivo dos trabalhadores de TI de São Paulo

25/03/2019
TRT precisa se manifestar sobre dissídio de TI em São Paulo

Diversidade e Ciência de Dados: um desafio ao Brasil

Mais mulheres precisam ocupar carreiras em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática pelo bem do País, incentiva a embaixadora da Women in Data Science da USP (WiDS @USP), Renata Sousa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Teletrabalho: sem regulamentação, sem direitos, sem deveres, sem regras

Depois da nota técnica do MPT alertando para o direito à desconexão, Congresso tenta acelerar a votação dos PLs que tratam do tema, entre eles o PL 3915/20. O tema é complexo. IN 65, do governo federal, repassa os custos com tecnologia para os servidores no home office.

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site