TELECOM

Oi confirma autorização judicial para o COO, mas não oficializa saída de Eurico Teles

Ana Paula Lobo* ... 06/09/2019 ... Convergência Digital

Em comunicado encaminhado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), na noite desta quinta-feira, 05/09, a Oi confirma que recebeu autorização do juiz Fernando Viana, da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, para nomear um chief operational officer (COO). No cargo de diretor estatutário sem designação específica, o executivo ficará subordinado ao diretor presidente da empresa, hoje, com Eurico Teles à frente.

A operadora afirma em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta quinta, 5, que tomou conhecimento da decisão do magistrado "no âmbito de incidente em segredo de justiça".  O COO será responsável pela operação do core business da Oi, o que inclui as áreas de planejamento e desempenho operacional, centro de gerenciamento de rede (CGR), logística, infraestrutura, serviços a clientes, engenharia, sistemas, digital, atendimento a clientes, planejamento e qualidade e varejo e empresarial. Também ficará responsável pelo marketing de varejo e empresarial, ouvidoria e atendimento.

A Oi, no entanto, reporta que não houve uma definição do profissional que irá ocupar a posição - decisão que terá de ser do Conselho de Administração. Os rumores são fortes que Rodrigo Abreu, ex-TIM será o novo COO e haverá um período de transição com o comando da Oi dividido entre Teles e Abreu, mas, oficialmente, a tele não confirma. A nomeação de Abreu terá de ser aprovada  pelo Juízo da recuperação judicial e pelo Ministério Público do Rio de Janeiro por conta da recuperação judicial.



Internet Móvel 3G 4G
"TikTok é vítima inocente da loucura da política e da geopolítica"

A afirmação é de Fred Hu, presidente do Primavera Capital Group, investidor chinês do aplicativo, que soma mais de 800 milhões de usuários no mundo. Segundo ele, a ByteDance, dona do app, vai perder um valor considerável se tiver de vender a operação nos EUA à Microsoft por imposição do presidente Donald Trump. Mercado estima valor global do TikTok em US$ 50 bilhões ou algo em torno de R$ 270 bilhoes.

Oi quer corte de dívida com Anatel por desequilíbrio na concessão

“Tem que fazer um PGMU mais leve para que a gente possa respirar”, defende a diretora regulatória, Adriana Costa. Anatel esclarece que concessão não é sinônimo de lucro garantido. 

Huawei defende reserva de 500 MHz da faixa de 6GHz para as teles

Para o diretor da Huawei Brasil, Carlos Lauria, a reserva técnica é a melhor garantia para aguardar a evolução da tecnologia. "Se der tudo agora, não tem como voltar atrás depois", observa o executivo.

Qualcomm defende faixa de 6GHz para não licenciados atenta ao 5G

Diretor da Qualcomm, Francisco Soares, espera que a Anatel se defina por dar os 1,2GHz para os serviços licenciados. "O 6GHz não licenciado será o complemento ideal para os serviços licenciados 5G", sustenta.

Anatel define se faixa de 6GHz será 100% não licenciada ou terá 500 MHz para as teles

"A área técnica recomendou o uso para não-licenciado", contou o superintendente da Anatel, Vinicius Caram, ao participar do eForum Wi-Fi 6, realizado pelo Convergência Digital e pela Network Eventos.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G