Home - Convergência Digital

Centro de Inovação abre 100 vagas com jornada flexível e home office

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 09/09/2019

O CESAR, maior centro de inovação do país, sediado em Recife, está com mais de 100 vagas abertas em tecnologia. Os candidatos, contudo, não precisam morar na capital pernambucana, pois o trabalho envolve jornada flexível e homeoffice, além de outros benefícios.

A empresa busca desenvolvedores de sistemas em todos os níveis para os cargos como engenharia de testes, de software e UX designer. Os candidatos devem possuir graduação superior em Ciência da Computação, Engenharia da computação, Sistemas de Informação e áreas afins.

Entre os principais benefícios oferecidos pelo CESAR destacam-se seguro de vida, modalidades esportivas in company, incentivo a idiomas, plano de saúde, odontológico, vale alimentação e auxílio creche. O salário é compatível com o mercado e varia de acordo com o nível e o cargo a ser ocupado.

"O CESAR, há mais de 20 anos, usa design e tecnologia para transformar as vidas de pessoas e organizações. Resolvemos problemas complexos e desafiadores, em um ambiente de trabalho descontraído, descentralizado e repleto de benefícios para nossos colaboradores", afirma Andrea Queiroz, gerente de Gente e Gestão.

Os profissionais terão acesso fácil a cursos inovadores e em linha com as novas demandas do mercado de tecnologia, por meio da CESAR School, instituição de ensino administrada pelo CESAR. "As oportunidades de aprendizado dentro da empresa e também na nossa escola de inovação são imensas para quem busca crescimento e desenvolvimento profissional de forma contínua", complementa Andrea. As inscrições podem ser feitas aqui:  https://vagas.cesar.org.br/

Na contramão do mercado

Dados da OCDE apontam que o Brasil é um dos países que menos forma profissionais na área de tecnologia, engenharia e matemática. Apenas 17% das matrículas nas universidades brasileiras são em cursos do segmento – o que coloca o país atrás até de outras economias em desenvolvimento, como China (40%) e Índia (35%).

Na contramão, somos um dos países que mais consomem tecnologia. Dois em cada três brasileiros têm acesso à Internet, mais do que a média mundial. Além disso, gastamos mais tempo na internet até do que os americanos (9,1 horas contra 6,3 horas, respectivamente).

O mercado de TI, que corresponde a 7% do PIB, demandará 420 mil novos empregos entre 2018 e 2024, segundo relatório da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom). A falta de profissionais formados na área, contudo, dificulta o preenchimento das vagas. Em um país com mais de 13 milhões de desempregados, sobram postos em TI em aberto.

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

26/03/2020
Desenvolvimento e design atraem mais mulheres para tecnologia

17/03/2020
Plataforma online oferece 225 mil bolsas de estudo em cursos de computação

11/03/2020
SENAI-SP abre 680 vagas gratuitas para curso técnico em Desenvolvimento de Sistemas

03/03/2020
ITI recruta professores para massificar ensino de programação em São Paulo

28/02/2020
BID abre inscrições para curso gratuito em português de Gestão de riscos em projetos

20/02/2020
NIC.br vai capacitar profissionais de provedores de Internet e administradores de redes

18/02/2020
Programa gratuito que ensina linguagens de programação para mulheres tem 70 vagas abertas

11/02/2020
Qualificar a mão de obra é mais do que urgente no Brasil

06/02/2020
AWS e SAS promovem Hackathon no Nordeste para desenvolver soluções para a Alexa

03/02/2020
IOS abre 2000 vagas para cursos gratuitos de formação profissional em TI

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

TST suspende demissões na Dataprev enquanto durar crise da Covid-19

Trabalhadores alegaram que os prazos acordados no fim da greve não terão como ser integralmente cumpridos diante da situação emergencial com a epidemia do coronavírus. 

Coronavírus: Teles advertem que sem equipes técnicas na rua, há risco para a rede

O SindiTelebrasil está alertando Estados e municípios sobre a necessidade e urgência em manter suas equipes técnicas e os call centers em operação, ainda que de forma reduzida, para garantir a conectividade e como medida essencial.

Faltam profissionais para cuidar dos ataques cibernéticos no Brasil

Ao publicar a Estratégia Nacional de Segurança da Informação, a e-ciber, o governo admite que o País possui poucos profissionais especializados em segurança cibernética; que há uma baixa conscientização dos usuários com relação ao tema e que é preciso urgente criar um programa nacional destinado à formação técnica nos órgãos do governo e nas empresas privadas.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site