Home - Convergência Digital

Por R$ 1,2 milhão, Claro fica com contrato de telefonia móvel para atender Anatel

Luís Osvaldo Grossmann - 09/10/2019

A Claro bateu as outras três grandes e ficou com o contrato de prestação de serviços de telefonia móvel para atender a Anatel durante os próximos 30 meses, por um total estimado de R$ 1,199 milhão – com a possibilidade de prorrogação pelo mesmo período. O contrato foi publicado no Diário Oficial desta quarta, 9/10.

O valo final representou um corte significativo sobre o lance inicial do pregão eletrônico, realizado em setembro, que começou em R$ 2,5 milhões – um pouco abaixo dos R$ 2,6 milhões que a Anatel tinha como valor de referência a partir de pesquisa de preços na preparação do edital. 

Nas cinco horas de disputa, Oi, Vivo, Tim brigaram lance a lance, até a casa do R$ 1,5 milhão, quando então a Claro baixou em mais de R$ 300 mil de uma vez e ficou com o melhor preço. O contrato envolve prestação de Serviço Móvel Pessoal, com fornecimento de dispositivos do tipo Smartphones, Modems USB e Tablets.  

O prazo de 30 meses começa a ser contado de 4/12/2019 e vai até 4/06/2022. O valor mensal estimado é de R$ 39.995,52, o qu

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

07/08/2020
STJ descarta preferência à Anatel para receber dívida da Oi

06/08/2020
Relator propõe enquadrar TV linear na internet como SVA e não como TV paga

06/08/2020
Anatel recria 10 colegiados após extinção por Decreto presidencial

05/08/2020
Anatel lança guia para ajudar pequenos prestadores e ISPs

04/08/2020
Reclamações contra oferta de banda larga crescem 40% com a quarentena da Covid-19

04/08/2020
Anatel procura consultoria internacional para novo Plano Estratégico

31/07/2020
Oi quer corte de dívida com Anatel por desequilíbrio na concessão

30/07/2020
Governo marca pregão conjunto para virtualização e projeta gasto de R$ 80 milhões

24/07/2020
Oracle negocia prorrogar cortes de preços do Governo Federal

23/07/2020
Anatel lança aplicativo que compara ofertas das operadoras

Destaques
Destaques

Venda de smartphones piratas dispara 135% no 1ºtri no Brasil

Tombo no primeiro trimestre foi de 8,7% - e chegou a 22,4% entre os aparelhos mais simples. Alta do dólar e a falta de componentes impactaram a venda dos dispositivos no país.

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site