Home - Convergência Digital

Trabalhadores de São Paulo se mobilizam contra privatização da Dataprev

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital - 10/10/2019

Os trabalhadores vão realizar uma assembleia na sede da Dataprev em São Paulo para debater a possível privatização da estatal,com quer o governo Bolsonaro. A Assembleia será nesta sexta-feira, 11/10, e é organizada pelo Sindpd/SP.

"Os funcionários precisam arregaçar as mangas junto com o sindicato e evitar maiores efeitos", advertiu o diretor do Sindicato dos Trabalhadores, Antônio Randolfo das Neves "É preciso alertar os trabalhadores da Dataprev, primeiramente, por terem uma consciência maior do que está em jogo, por lidar com essas informações todos os dias" adicionou o diretor Paulo Roberto de Oliveira.

A Dataprev, Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência, é uma empresa pública que presta serviços de tecnologia da informação e comunicação, com o objetivo de gerar melhores resultados para políticas sociais de todo Brasil e é responsável, por exemplo, de efetuar o pagamento mensal de milhões de benefícios previdenciários e da aplicação do seguro-desemprego online. Fundada em 1974, vem desde então evoluindo seus meios para facilitar a vida do cidadão, na qual está presente diariamente, através de novas tecnologias e programas estratégicos.

Em meados de agosto foi divulgada, pelo Governo Federal, uma lista constando nomes de empresas públicas a serem privatizadas da qual a Dataprev faz parte. Atualmente a estatal armazena dados de aproximadamente 35 milhões de pessoas, gerencia o processamento de informações previdenciárias da Receita Federal, além de ser a maior rede de atendimento público do Brasil.

Para o diretor do Sindpd, Paulo Roberto de Oliveira, a privatização implica em um grande perigo de quebra de sigilo de dados de milhões de brasileiros, "Quando se dá entrada na aposentadoria os bancos, por exemplo, já têm essa informação antes mesmo de uma divulgação oficial e oferecem empréstimo consignado, se a Dataprev sendo pública faz isso, imagine sendo privatizada, onde todos nós poderemos ser expostos por nossas particularidades", afirma.

Sindpd chama a categoria para assembleia
Dia: 11/10 (sexta-feira)
Horário: 10h30
Local: Em frente ao prédio da Dataprev - Rua Dr. Manoel Vitorino, 343, Brás - São Paulo

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

21/02/2020
Dataprev volta atrás nas demissões e prevê cessão de trabalhadores ao INSS

18/02/2020
Mattar: Brasileiros e estrangeiros querem comprar Serpro e Dataprev

18/02/2020
Dataprev contrata Claro por R$ 236 mil para ter fibra ótica no Rio de Janeiro

18/02/2020
Governo articula para vender Dataprev, Serpro e Telebras sem o aval do Congresso Nacional

14/02/2020
Gustavo Canuto chega à Dataprev com pressão da Justiça

12/02/2020
TRF-2 acata ação da MPF para INSS e piora situação da Dataprev

06/02/2020
Bolsonaro demite Christiane Edington da Dataprev. Assume Gustavo Canuto, ex-Desenvolvimento Regional

05/02/2020
Assembleias confirmam acordo e greve na Dataprev é suspensa

04/02/2020
Trabalhadores e Dataprev firmam acordo para suspender greve

03/02/2020
Justiça nega pedido da Dataprev para impedir mobilização de grevistas em São Paulo

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

Faltam profissionais para cuidar dos ataques cibernéticos no Brasil

Ao publicar a Estratégia Nacional de Segurança da Informação, a e-ciber, o governo admite que o País possui poucos profissionais especializados em segurança cibernética; que há uma baixa conscientização dos usuários com relação ao tema e que é preciso urgente criar um programa nacional destinado à formação técnica nos órgãos do governo e nas empresas privadas.

TI e Internet lideram 13 dos 15 cargos profissionais em alta no Brasil

Levantamento feito pelo Linkedin mostra que gestor de redes sociais, engenheiro de cibersegurança, cientistas de dados e desenvolvedores seguem tendo alta demanda no mercado.

Déficit de mão de obra na América Latina será de 570 mil profissionais em 2020

Empresas da região vão investir nas tecnologias da terceira plataforma - cloud, analytics, Inteligência Artificial - e vão requisitar cada vez mais especialistas em programação e desenvolvimento, projeta estudo da IDC América Latina.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site