Home - Convergência Digital

5G terá 2,6 bilhões de usuários em 2025

Convergência Digital - 25/11/2019

A Ericsson calcula que o número global de assinaturas 5G chegue a 2,6 bilhões nos próximos seis anos, conforme aponta o relatório Ericsson Mobility Report (EMR), juntamente com uma série de outras previsões, com um cronograma até o final de 2025 e informações da provedora de serviços de comunicações.

Segundo o relatório, o tráfego médio mensal de dados por smartphone aumentará do valor atual de 7,2 GB para 24 GB até o final de 2025, impulsionado em parte pelo novo comportamento do consumidor, como o streaming de realidade virtual (VR). Com 7,2 GB por mês, é possível transmitir 21 minutos de vídeo HD (1280 x 720) diariamente, enquanto 24 GB permitiriam transmitir 30 minutos de vídeo HD com seis minutos adicionais de VR por dia.

O EMR também projeta que o 5G cobrirá até 65% da população global até o final de 2025 e lidará com 45% do tráfego global de dados móveis.

Nesta ano de 2019 os principais fornecedores de serviços de comunicações na Ásia, Austrália, Europa, Oriente Médio e América do Norte implementaram suas redes 5G. A Coreia do Sul já sima mais de três milhões de assinaturas foram registradas coletivamente pelos prestadores de serviços do país até o final de setembro de 2019.

O lançamento do 5G na China no final de outubro também levou a uma atualização das assinaturas estimadas para o final de 2019, que passou de 10 milhões para 13 milhões.

Fredrik Jejdling, Vice-Presidente Executivo e Chefe de Redes da Ericsson, afirma: “É encorajador ver que o 5G agora tem amplo suporte de quase todos os fabricantes de dispositivos. Em 2020, os dispositivos compatíveis com 5G entrarão com força no mercado, o que aumentará a adoção do 5G. A questão não é mais se, mas com que rapidez podemos converter casos de uso em aplicações relevantes para consumidores e empresas. Com o 4G permanecendo um forte facilitador de conectividade em muitas partes do mundo, a modernização de redes também é essencial para essa mudança tecnológica pela qual estamos passando. ”

Dado o momento atual, espera-se que a aceitação de assinaturas 5G seja significativamente mais rápida que a do LTE. A adoção mais rápida é esperada na América do Norte, com previsão de 74% de assinaturas móveis de 5G até o final de 2025. O Nordeste da Ásia deve seguir em 56%, e a Europa em 55%.

Outras previsões incluem: número total de conexões IoT previstas em cinco bilhões no final de 2025, ante 1,3 bilhão no final de 2019 – uma taxa de crescimento anual composta de 25%. Estima-se que as tecnologias NB-IoT e Cat-M representem 52% dessas conexões IoT em 2025.

O crescimento anual do tráfego no terceiro trimestre de 2019 chegou em 68%, impulsionado pelo crescente número de assinaturas de smartphones na Índia, o aumento do tráfego mensal de dados por smartphone na China, melhores recursos dos dispositivos, um aumento no uso intensivo de dados conteúdo e planos de dados mais acessíveis.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

30/09/2020
Em segundo dia de leilão, 5G na França ultrapassa R$ 17 bilhões

30/09/2020
São Martinho elege Ericsson para projeto de conexão 5G

29/09/2020
NXP fabrica chip alternativo para 5G nos EUA

29/09/2020
Para TIM, migração para banda Ku vai atrasar ainda mais 5G

29/09/2020
TIM: OpenRAN é caminho para Brasil sair do atraso no 5G

29/09/2020
Leilão 5G é prioridade do Ministério da Economia

28/09/2020
Microsoft entra no 5G para brigar com Nokia e Ericsson

25/09/2020
OpenRAN aberta: o xeque-mate do xadrez geopolítico do 5G

24/09/2020
Com 114 redes ativadas, 5G já tem 138 milhões de acessos no mundo

22/09/2020
Economia prefere, mas não garante, leilão 5G não arrecadatório

Destaques
Destaques

Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Claro: Sem antenas, São Paulo fica fora do 5G

CEO da Claro, Paulo Cesar Teixeira, criticou a miopia de executivos que ainda insistem em colocar restrições à implantação de antenas, como acontece na cidade de São Paulo. "5G é a grande plataforma para permitir um salto econômico mais vigoroso", advertiu.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site