5G x Parabólicas: Teles defendem filtros. TVs migração para a banda Ku

Luís Osvaldo Grossmann ... 03/12/2019 ... Convergência Digital

Como verificado na recém encerrada consulta pública da Anatel sobre o 5G, neste caso sobre o uso da faixa de 3,5 GHz, operadoras móveis e emissoras de TV retomam os papeis vistos no leilão da faixa de 700 MHz para o 4G e voltam a disputar posições na preparação de um novo edital de radiofrequências. 

A cizânia circunda as antenas parabólicas, ou ainda, como garantir a convivência entre as aplicações do 5G nessa faixa e a recepção, especialmente residencial, que ainda utiliza a Banda C. Na consulta agora terminada, as emissoras de televisão afirmam que “não há outra solução capaz de efetivamente garantir a continuidade da recepção de TVRO e proteger os seus usuários em longo prazo, a não ser pela migração do TVRO para Banda Ku”.

As operadoras de telecom, por sua vez, destacam ser “bem conhecida a necessidade de adequação das antenas atualmente utilizadas para recepção de sinal satelital em faixas de radiofrequência que, em princípio, seriam ‘apenas’ relativamente próximas da faixa atualmente em discussão, mas que, em campo, foram instaladas sem os filtros que seriam necessários para a convivência harmoniosa entre as faixas envolvidas”.

As TVs argumentam que “não foi possível determinar requisitos técnicos para certificação de equipamentos de recepção de TVRO que tivessem comprovada viabilidade técnica e econômica, incluindo preço dos equipamentos certificados para os consumidores finais no varejo compatíveis com os preços dos equipamentos atuais”. 

As teles apontam para a faixa de 3,5 GHz se “consolidando mundialmente como a faixa intermediária principal para o 5G”, “crítica para as operadoras”, “chave para impulsionar a economia brasileira” e que, “há um esforço mundial para a viabilização do 5G para capturar os benefícios trazidos por esta tecnologias e as demais adjacentes” e portanto, “o Brasil deve seguir esta tendência estratégica do 5G, buscando políticas que viabilizem a sua implantação a um custo adequado”. 

Como visto lá atrás nos 700 MHz, esse custo é um nó significativo. No 4G, a conta retirou R$ 3,6 bilhões do preço da faixa, transformando em valor a ser financiado pelas vencedoras do leilão para a migração de transmissores e receptores para a TV Digital. No 5G, a migração da banda C para banda Ku tem estimativa que beira os R$ 3 bilhões. O “custo adequado” defendido pelas teles é mais perto da projeção para a mitigação com filtros, na casa dos R$ 500 milhões. 


Empate suspende decisão do STF sobre desbloqueio de celular em 24 horas

Operadoras questionam no Supremo uma lei do Rio de Janeiro que determina o desbloqueio da linha 24 horas após quitação de dívida. Placar está em 5 a 5. 

Copel Telecom marca privatização para novembro e quer R$ 1,4 bilhão

Edital de venda do braço de telecomunicações da estatal paranaense de energia é previsto para 21/9. Empresa tem 34 mil km de fibras em 399 municípios. 

Oi diz à CVM que movimento de ações se deve a aprovação de plano e venda da móvel

Comissão de Valores Mobiliários perguntou o motivo das oscilações recentes nos papéis da operadora, com quedas superiores a 7% seguidas de aumentos de 9%. 

Claro tenta resgatar TV paga com planos alternativos a não clientes

Com metade do mercado nacional de TV por assinatura, o presidente da empresa, José Félix, diz que fará lançamentos nos próximos dias. “A TV está sofrendo alterações e vamos lançar de imediato um novo serviço.”

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G