Clicky

INTERNET

Brasil ocupa a quarta posição em ranking dos endereços IPs mal configurados

Por Roberta Prescott* ... 07/01/2020 ... Convergência Digital

O Brasil está em quarto lugar entre os endereços IPs com serviços SNMP mal configurados no mundo, mas a interação com as operadoras e os provedores tem levado à redução de endereços IP mal configurados que permitem amplificação. A atualização no cenário foi dada por Gilberto Zorello, do NIC.br, que falou sobre o programa “Por uma Internet mais Segura”, o IX Forum 13, realizado em dezembro do ano passado durante a 9ª Semana de Infraestrutura da Internet no Brasil. 

Lançado pelo CGI.br e NIC.br no Painel do IX Fórum 11, em dezembro de 2017, o programa tem como objetivo atuar em apoio à comunidade técnica da Internet para redução de ataques de negação de serviço originados nas redes brasileiras; reduzir sequestro de prefixos, vazamento de rotas e falsificação de IP de origem; e redução das vulnerabilidades e falhas de configuração presentes nos elementos da rede. Para isto, é feita a aproximação das diferentes equipes responsáveis pela segurança e estabilidade da rede com vista a incentivar o crescimento de uma cultura de segurança.

Em maio de 2018, eram 575 mil IPs notificados de grandes operadoras e 148 mil de ISPs e ASN corporativos e hoje são 107 mil das telcos e 170 mil de ISPs e ASN corporativos. “Houve uma redução total dos IPs notificados em 62% desde o início do programa”, apontou. Com relação ao aumento no número de IPs referentes a ISP, ele explicou que tanto os ISPs não resolveram os problemas como novos passaram a ser notificados. “Hoje notificamos mais provedores regionais que grandes operadoras.” Na segmentação dos IPs notificados, os ISPs respondem por 60% do total, seguidos das operadoras (39%) e dos corporativos (1%).   

A dificuldade, porém, em trabalhar com ISPs, disse Zorello, é a quantidade. “Hoje temos 7 mil sistemas autônomos; das operadoras são 15 ASs, então, o grosso está com ISPs e mercado corporativo, como datacenters”, disse. No caso dos provedores, a partir das medições, são verificadas as maiores vulnerabilidades e onde elas estão. Depois as associações são procuradas para passar os contatos dos provedores para que os problemas sejam solucionados. Uma recomendação importante, assinalou Zorello, validar a permissão para recebimento de e-mails com origem cert@cert.br para receber as notificações. “Estamos sentido resultado positivo do contato com provedores. A partir do nosso contato eles entendem o problema e vão a busca de soluções.”

Para os próximos passos, disse Zorello, incluem o a continuidade das ações com as grandes operadoras com reuniões bilaterais e acompanhamento das ações; a seleção de provedores para reuniões bilaterais, em função dos indicadores, e realização de contato com apoio das associações; a continuidade da realização de cursos, treinamento e tutoriais pelo CEPTRO; a ontinuidade da realização de palestras nos IX Fóruns regionais e eventos de associações de provedores; e a evolução do site do programa.


Revista Abranet 32 . set-nov 2020
Veja a Revista Abranet nº 31
O ano de 2020 marca os 25 anos da internet comercial no Brasil e confirma que ela é fundamental para a economia e a vida cotidiana. PIX, Wi-Fi 6, LGPD, white spaces, numeração para SCM... Veja a revista completa.
Clique aqui para ver outras edições

STJ autoriza Telebras fazer manutenção de rede durante o dia

Foi derrubada decisão que impedia a estatal de fazer a manutenção durante o dia para evitar problemas técnicos durante o horário comercial. Para o STJ, restrição ao trabalho representa risco de grave lesão à ordem, à segurança e à economia.

Elétricas: é irracional o uso dos postes pelas empresas de Telecom

Resolução do impasse, que se arrasta, é urgente, até por conta da chegada do 5G e pela necessidade da implantação das antenas de pequeno porte, as small cells, afirmam CPFL, Copel e Neoenergia.

LGPD: Passou da hora de as empresas contratarem seus DPOs

A adverência é feita pela advogada especializada em direito digital, Patrícia Peck. "Não basta arrumar a casa para estar protegido. A falta de uma liderença para cuidar da LGPD é um erro grave", pontuou.

ISPs vão massificar o Wi-Fi 6 no Brasil

Diretor da Associação Brasileira de Internet, Evair Galhardo, sustenta que 5G e Wi-Fi 6 são complementares, mas admite que por ser usada em faixa não licenciada, o Wi-Fi 6 vai se multiplicar muito mais rápido no País.

Para PGR, TV paga pela internet não exige cotas nem canais obrigatórios

Em ação de produtores independentes, Augusto Aras sustenta que STF não pode modificar interpretação técnica da Anatel de que a Lei do Seac não se estende à internet. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G