INCLUSÃO DIGITAL

Chamada inscreve telecentros para formação de agentes de inclusão digital

Convergência Digital ... 03/02/2020 ... Convergência Digital

O Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações lançou nesta segunda, 3/2, uma chamada pública para adesão de pontos de inclusão digital, outrora batizados telecentros, que queiram participar do programa de formação de 1,2 mil agentes de inclusão digital – alunos de nível médio que vão atuar como monitores nos próprios PIDs a quem quiser aprender a usar computadores e navegar na internet. 

Esses 1,2 mil alunos serão formados em curso ministrado à distância, a cargo do Instituto Federal de Educação Profissional do Rio Grande do Norte. A distribuição das vagas prevê 500 para a região Nordeste, 300 para o Norte, 200 para o Sudeste, além de 100 para Sul e 100 para o Centro-Oeste. 

A adesão se dá pelo envio de formulário ao MCTIC, que pode ser acessado por meio do endereço www.mctic.gov.br/mctic/opencms/publicacao/arquivos/Edital-06-2020-PID.pdf.  

Para aderir, o Ponto de Inlcusão Digital deve funcionar em imóvel com infraestrutura adequada, de acesso livre e gratuito à população, possuir computadores interligados em rede lógica, com acesso à internet em banda larga, disponibilizar linha telefônica para contato. Já os candidatos a agentes de inclusão social devem ter mais de 16 anos e concluído o ensino fundamental no momento da pré-seleção pelo respectivo ponto de inclusão digital. 

O curso terá 480 horas e vai oferecer conhecimentos e desenvolver habilidades necessárias à utilização dos recursos de computadores, tablets e smartphones. Uma parte da carga horária será destinada à elaboração e implantação de um projeto comunitário, visando à aplicação prática dos conhecimentos adquiridos pelo Agente de Inclusão Digital em atividades de apoio à comunidade onde vive.


Provedores Internet superam teles e massificam banda larga fixa no País

Os PPPs encerraram 2019 com 9.881.911 de acessos, à frente da Claro com 9.578.629, da Vivo (7.024.007) e da Oi (5.255.766).

Saldo de R$ 1,2 bilhão vai para transmissores em cidades pequenas e banda larga na Amazônia

Divisão dos recursos já é considerada como questão pacificada entre  as operadoras móveis e as emissoras de TV. 

Mais da metade das mulheres no mundo está sem acesso à Internet

União Internacional de Telecomunicações adverte que o sexo feminino é o mais afetado pela desigualdade no acesso à banda larga, em especial, nos países em desenvolvimento.

Huawei: nação digital é o último estágio da transformação digital

Conceito ainda é muito novo, mas engloba o uso e a análise dos dados para retroalimentar produtos e processos, conta o diretor de Comunicação e Relações com o Governo da Huawei Brasil, Juelinton Silveira.

Audima cria ferramenta para levar conteúdo aos analfabetos digitais

A partir da própria dor, uma vez que tem dislexia, Paula Pedrosa criou a Audima, uma startup que transforma palavras em áudios. "O império da visão exclui muita gente. Nosso desafio, hoje, é mostrar que inclusão monetiza", observa a executiva.

Domicílios com Internet chegam a 67% no Brasil, mas desigualdade permanece

TIC Domicílios 2018, do CGI.br, revela que as classes D e E elegeram o smartphone como o meio preferencial de acesso.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G