Home - Convergência Digital

Segurança cibernética é tema da 3ª edição do Hackathon Unisys/FEI

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 19/02/2020

Em parceria com o Centro Universitário FEI, a Unisys anuncia a terceira edição de seu Hackathon com foco em segurança digital. Com o tema "Cybercrime: a new business risk for global economies", a maratona tem o objetivo de estimular a criação de soluções de combate e prevenção aos cibercrimes - o segundo maior desafio de negócios para as empresas de acordo com relatório do World Economic Forum. A edição 2020 do evento acontece em 9 de maio, no campus da FEI em São Bernardo do Campo (Grande São Paulo).
   
Os interessados podem se inscrever para a maratona tecnológica em equipes de dois a cinco membros, pelo site http://hackathonunisys.com.br, até 10 de abril. As premiações totalizam R$ 8 mil, dos quais R$ 4 mil são para o primeiro colocado, R$ 2,5 mil para o segundo e R$ 1,5 mil para o terceiro. O primeiro colocado também terá a chance de apresentar o projeto vencedor ao board de executivos da Unisys e participará de uma vivência organizacional para conhecer a rotina das principais áreas de negócios e suporte da companhia, além de obter dicas práticas e treinamentos soft skills da Unisys University.

"Mais uma vez reforçamos nossa estratégia em segurança cibernética com um projeto que tem como objetivo fomentar inovações nessa área. Segurança digital é hoje parte integrante de qualquer estratégia de transformação digital e o Hackathon é uma maneira de incentivar o surgimento de boas e novas ideias com impacto positivo tanto para o mercado corporativo quanto para o universo acadêmico", afirma Alexis Aguirre, diretor de segurança da Unisys para a América Latina.

A competição é aberta a participantes de todo o Brasil com idade igual ou superior a 16 anos. É recomendável que os times sejam formados por integrantes com habilidades em áreas diferentes e complementares (como Engenharia, Tecnologia, Comunicação, Administração, Marketing, Design etc.) para as equipes reunirem tanto conhecimento técnico, quanto soft skills, a fim de estruturarem o projeto que será avaliado pela comissão julgadora, formada não apenas por executivos da Unisys e professores da FEI, mas também por clientes e parceiros.

Ao se inscreverem, os candidatos terão de optar por um dos quatro temas-chave, no qual se basearão para desenvolver seus projetos. São eles:

• Always On - exercício que contemple um plano de contingência e gerenciamento de crise mediante um ataque digital, de forma a isolar a ameaça, manter a operação sem interrupções e a partir daí definir estratégias, ações, prazos e responsáveis por cada etapa do plano de contingência;

• Cloud Secure - proposta que utilize a plataforma Stealth para projetar soluções de proteção para um ambiente em nuvem (pública, privada, data center interno) e Disaster Recovery de forma a conter e isolar a ameaça e permitir a continuidade dos negócios. Para os que optarem por este tema, será disponibilizado um treinamento online*;

• Zero Trust - exercício para idealizar uma solução de gerenciamento de vulnerabilidades que possa alertar cidadãos, empresas e autoridades competentes sobre níveis de riscos com base em comportamentos anômalos e, assim, contribuir para ambientes mais seguros;

• Safer City - proposta que utilize dados públicos (estruturados e não estruturados, desde uma base de dados de autoridades até mídias sociais) para fornecer informações e/ou análises que possibilitem o deslocamento mais seguro de pessoas em áreas urbanas.

*Participantes que optarem pelo tema número 2 terão acesso a um treinamento disponibilizado gratuitamente pela Unisys sobre a plataforma Stealth™.

Na seleção dos candidatos, a equipe de jurados avaliará informações técnicas, inovação dos projetos, cumprimento dos prazos e habilidade das equipes, a partir do documento fornecido para avaliação antes da competição e durante as atividades desenvolvidas no dia da maratona. O anúncio dos participantes selecionados para a competição será feito no dia 23 de abril no site oficial do evento (http://hackathonunisys.com.br).

Serviço - Hackathon Unisys-FEI

Tema: "Cybercrime: a new business risk for global economies"

Data: 9 de maio de 2020

Local: FEI - São Bernardo do Campo (Av. Humberto de Alencar Castelo Branco, 3972-B - Assunção, São Bernardo do Campo - SP)

Horário: 7h30 às 19h30

Inscrições e informações: http://hackathonunisys.com.br

 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

19/02/2020
Segurança cibernética é tema da 3ª edição do Hackathon Unisys/FEI

12/02/2020
Mauricio Cataneo, ex-CFO, assume a operação na América Latina da Unisys

18/06/2019
Unisys: nenhum dispositivo, nenhum software, nenhum usuário é confiável

28/05/2019
Projeto "W.A.S.P" foi o vencedor do Hackathon Unisys -Mauá

14/05/2019
Unisys/Mauá prorrogam inscrições para maratona de inovação em São Paulo

08/04/2019
Mesa redonda sobre cibersegurança acontece no dia 10 de abril, em Brasília

29/03/2019
Unisys promove hackathon sobre segurança das cidades digitais

20/03/2019
Unisys abre 90 vagas no Brasil. São 200 na América Latina

04/12/2018
Dados Pessoais: Unisys diz que tempo é curto e adequação exige a presença do CEO

14/09/2018
Hackathon busca game de resposta a incidentes

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

Faltam profissionais para cuidar dos ataques cibernéticos no Brasil

Ao publicar a Estratégia Nacional de Segurança da Informação, a e-ciber, o governo admite que o País possui poucos profissionais especializados em segurança cibernética; que há uma baixa conscientização dos usuários com relação ao tema e que é preciso urgente criar um programa nacional destinado à formação técnica nos órgãos do governo e nas empresas privadas.

TI e Internet lideram 13 dos 15 cargos profissionais em alta no Brasil

Levantamento feito pelo Linkedin mostra que gestor de redes sociais, engenheiro de cibersegurança, cientistas de dados e desenvolvedores seguem tendo alta demanda no mercado.

Déficit de mão de obra na América Latina será de 570 mil profissionais em 2020

Empresas da região vão investir nas tecnologias da terceira plataforma - cloud, analytics, Inteligência Artificial - e vão requisitar cada vez mais especialistas em programação e desenvolvimento, projeta estudo da IDC América Latina.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site