Clicky

Convergência Digital - Home

Nuvem em alta, celulares em baixa derrubam vendas de memórias

Convergência Digital
Convergência Digital - 17/04/2020

Ano mais fraco para a venda de smartphones misturado com a guerra comercial entre Estados Unidos e China, e uma super oferta de serviços de computação em nuvem criou a tempestade perfeita para o mercado de memórias em 2019. No geral, a queda foi de 32,7%, puxado pelo segmento de memórias NAND flash, no qual o tombo nas receitas bateu em 26,4%. 

“Entre os segmentos de memória, NAND flash sofreu a pior contração nas vendas de sua história em 2019, com as receitas declinando 26,4% por conta do alto nível dos inventários ao final de 2018 e de uma demanda sofrível na primeira metade de 2019. Demanda fraca dos smartphones e hiper escala dos provedores de serviços de nuvem derrubou os preços e forçou os fornecedores a cancelarem planos de fabricação”, aponta um levantamento da consultoria Gartner. 

Os dados fazem parte do relatório sobre semicondutores, uma vez que o mercado de memórias representa mais de um quarto da demanda total – e a queda dos semicondutores foi de 12% em 2019. A Gartner aponta excesso de suprimento e a disputa comercial entre EUA e China que distorceu os números. 

O ano de 2020 não parece trazer grandes melhorias. Especialmente porque os riscos associados à mencionada guerra comercial se tornaram pequenos comparados com os problemas causados pela pandemia do novo coronavírus. “A Covid-19 distorceu a cadeia de suprimentos e manufatura ao redor do mundo e levará a uma queda drástica nos gastos corporativos em praticamente todas as áreas”, avalia a consultoria. 


LEIA TAMBÉM:
Ministério da Justiça escolheu nuvem da Oracle para atender ao consumidor

"A nuvem nos abre um novo catálogo de possibilidades para serviços", afirma o coordenador geral de infraestrutura e serviços do Ministério da Justiça, Leonardo Greco. Serviço consumidor.gov.br migrou para a Oracle no final de maio.

Icatu Seguros: mudar atendimento ao cliente para a nuvem foi decisão irreversível

Seguradora contratou a CXone, da NICE, para migrar, em tempo recorde, os seus funcionários para o trabalho remoto. "Tínhamos de não perder a qualidade e a eficiência e adaptar o serviço ao dia a dia das casas dos colaboradores", conta o diretor de Marketing e canais, Rafael Caetano.

Destaques
Destaques

Justiça do DF diz que dados em nuvem não têm proteção contra quebra de sigilo

Para o relator do caso, "dados armazenados em nuvem não evidenciam uma comunicação de dados" e, por isso, não estariam protegidos pela legislação. 

São Paulo concentra mais da metade das startups de Inteligência Artificial

Estudo da KPMG mostra que existem, hoje, 702 startups em atuação no segmento no País. Levantamento ainda que, desde 2012 setor atraiu US$ 839 milhões em 274 rodadas de investimento; em 2020 foram captados US$ 365 milhões.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

IA, nuvem e IoT exigem data centers mais eficientes

Por Ed Solis*

Adoção crescente de tecnologias como inteligência artificial, internet das coisas e PoE estão na lista para melhorar o desempenho das redes e a eficiência do gerenciamento.

A Covid-19 e o governo digital

Por Marcos Boaglio*

A digitalização impõe adotar uma cultura de inovação na qual se fomente a experimentação, derrubar barreiras a partir de novos veículos de aquisição e implementar uma classificação de dados moderna, assim como desenvolver capacidades para empoderar os trabalhadores para finalmente aproveitarem as novas tecnologias.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site