Clicky

Algar corta TAC pela metade e acordo de multas com Anatel cai para R$ 45 milhões

Luís Osvaldo Grossmann ... 02/07/2020 ... Convergência Digital

Primeiro termo de ajustamento de conduta aprovado pelo Conselho Diretor da Anatel, o acordo para troca de multas por investimentos com a Algar voltou à agência nesta quinta, 2/7, para a reta final após a chancela do Tribunal de Contas da União. 

Os termos firmados ainda em agosto de 2019 foram, porém, alterados. Na volta do processo à Anatel, para atualização de valores e compromissos, a Algar pediu para reduzir o montante envolvido, com a exclusão de nove processos administrativos que resultaram em multas. Como resultado, o que era um acordo de R$ 86,7 milhões há 12 meses pode cair praticamente pela metade – houve pedido de vistas do conselheiro  Emmanoel Campelo, adiando a conclusão.

“Entendo não haver óbice ao pedido da Algar, que não implica em renegociação do TAC”, anotou o relator nesta etapa, Vicente Aquino. “Diante da exclusão desses nove processos, o valor passou para R$ 45,4 milhões. Tal fato não afasta o interesse público, pois haverá correção de infrações, ressarcimento a usuários, e o investimento de R$ 36 milhões em compromissos adicionais, que não seriam realizados não fosse o presente TAC”, afirmou.

São R$ 36,4 milhões em compromissos adicionais, que implicam na implantação de 4G em municípios com menos de 30 mil habitantes. Segundo Aquino, “considerando o valor, poderão ser atendidos cinco distritos sede, 17 não sede, e sete estações radio-base em trechos de rodovias. 

É uma diferença grande do que passou pela Anatel há um ano. Na época, o valor envolvido no acordo permitiria levar 4G a nove municípios, então previstos para serem sete deles em Minas Gerias, dois em Goiás, além de 22 distritos, além 52 ERBs em margens de rodovias. 

O acordo prevê também que a Algar vai regularizar o licenciamento de 100% das estações da planta em até 24 meses, o que envolve 444 que estão pendentes, das cerca de 2 mil da operadora. Envolve, ainda, compromissos estruturantes em aplicativo, sistema de CRM, governança e validação de dados. 


Internet Móvel 3G 4G
5G privado para o B2B faz Telefônica fazer teste com rede open source TIP

Apetite das teles pelo 5G empresarial fez operadora, dona da Vivo, aderir a um grupo de trabalho para desenvolver uma arquitetura mais flexível em relação às operações tradicionais. Nova infraestrutura vai incorporar o OpenRAN. Testes em laboratórios serão em Madrid. Os de campo vão acontecer em Málaga, mas a operadora não revela cronograma de datas.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Oi: fibra ótica é o chassi de suporte para Wi-Fi 6, Wi-Fi 6E e 5G

Para o VP da Oi, Carlos Eduardo Monteiro, o Brasil tem desafios a vencer para a expansão do Wi-Fi 6, como ofertar mais segurança jurídica e regulatória para os investimentos. O câmbio – já que todos os aportes e equipamentos são atrelados ao dólar – desponta como um gargalo a ser enfrentado.

Pequenos provedores querem antecipar uso outdoor do Wi-Fi 6E

“Desenvolver toda a base de dados leva tempo. Mas há operações que já sabemos onde são usadas e onde evitar problemas. Então podemos começar a implementar desde já”, diz o presidente da Associação Neo, Alex Jucius. 

GSMA: há risco no uso do Wi-Fi 6E em ambiente outdoor

Entidade insiste na necessidade de destinar uma parte dos 1200 MHz do espectro de 6 GHz para a oferta de serviços licenciados. "Essa faixa é mais viável para atender a demanda de espectro de banda média", afirma o diretor para a América Latina na GSMA, Lucas Gallitto.

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi
Empresa brasileira se prepara para oferecer Wi-Fi como serviço
Cambium Networks: é urgente a necessidade de atualização das redes para o Wi-Fi 6
IDC: Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E exigem evangelização por parte do ecossistema
Facebook: risco de interferência em 6 GHz não afeta a oferta do serviço
Brasil assume liderança e se torna hub do Wi-Fi 6E nas Américas
Veja mais matérias deste especial

Vivo assume que rede neutra fará a diferença no 5G

Batizada de FiBrasil, a rede neutra terá papel central na estratégia nacional, afirmou o CEO da Vivo, Cristian Gebara.

Baigorri: Esperar demanda para exigir 5G pleno é o oposto de política pública

“O desconto no valor da frequência é uma decisão de Estado para financiar o investimento. É usar recurso público para garantir que Macapá, Boa Vista e Rio Branco tenham as mesmas funcionalidades de São Paulo”, afirma o relator do 5G na Anatel, Carlos Baigorri. 

CVM cobra Telebras que anuncia renovação por 10 anos de contrato com Eletrobras

Acordo vale para o uso de fibras óticas e infraestrutura de telecomunicações com a Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), Centrais Elétricas do Norte do Brasil S/A (Eletronorte) e Furnas Centrais Elétricas S/A (Furnas). Estatal teve movimentação atípica de ações.

STF descarta ação da PGR e mantém gratuidade do direito de passagem

Maioria do Plenário acompanhou o entendimento do relator, Gilmar Mendes, de que um ordenamento unificado nacional faz parte das competências da legislação federal. Para Conexis, "STF reconheceu papel vital da conectividade".




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G