Home - Convergência Digital

Lei municipal que proíbe aplicativo de transporte é inconstitucional

Convergência Digital* - 16/07/2020

A proibição ou restrição da atividade de transporte individual é inconstitucional, por violação aos princípios da livre iniciativa e da livre concorrência. Com esse entendimento, o Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo anulou dispositivo de uma lei municipal de Mogi das Cruzes, que estabelecem restrições para a atividade de transporte por aplicativos, além de impor o pagamento de taxas aos motoristas.

Segundo o relator, desembargador Ferreira Rodrigues, a norma não se refere à fiscalização, nem se restringe a regulamentar a mobilidade urbana e a segurança viária, mas, em plano bem mais abrangente, estabelece regramento próprio (inexistente no âmbito federal) para "condicionar o exercício da atividade de transporte remunerado ao pagamento de taxa pelo uso da malha viária, e impor restrição geográfica, permitindo o cadastro de motoristas apenas àqueles residentes no município, em evidente usurpação da competência privativa da União para legislar sobre diretrizes da política nacional de transporte (CF, artigo 22, IX)".

Rodrigues destacou que a competência suplementar de que trata o artigo 30, II, da Constituição Federal, autoriza os municípios a especificar, detalhar, adequar ou complementar a lei federal ou estadual, "sem possibilidade, entretanto, de inovar e criar regras diferentes". "Afinal, a competência municipal deve ser entendida como complementar (e relacionada) àquilo que já foi objeto de um regramento (geral) que só comporta especificação, e não alteração", completou.

Sendo assim, no caso dos autos, afirmou o relator, se a lei impugnada já foi objeto de regramento em nível nacional, com permissão para o transporte por aplicativos, sem exigência de pagamento de taxas e sem limitações geográficas, o município de Mogi das Cruzes não pode impor restrições dessa natureza, "inclusive para garantir o mínimo de unidade normativa almejado pela Constituição Federal".

O relator também citou precedente do Supremo Tribunal Federal de que, "no exercício de sua competência para regulamentação e fiscalização do transporte privado individual de passageiros, os municípios não podem contrariar os parâmetros fixados pelo legislador federal". A decisão foi por unanimidade.

* Com informações do Conjur

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

03/08/2020
"TikTok é vítima inocente da loucura da política e da geopolítica"

31/07/2020
Trump 'ordena' a venda do TikTok. Microsoft aparece como interessada

31/07/2020
Coronavírus SUS vai rastrear contatos de infectados com covid-19

28/07/2020
Covid-19 triplicou uso de serviços públicos digitais

22/07/2020
Samsung inicia fabricação de smartwatches em Manaus

20/07/2020
Serpro vai contratar empresa para análise de 45 aplicativos móveis

16/07/2020
Giro Pronampe quadruplicou demanda de TI do Itaú Unibanco Empresas

16/07/2020
Lei municipal que proíbe aplicativo de transporte é inconstitucional

10/07/2020
App do Itaú tem instabilidade e banco suspende Giro Pronampe

12/06/2020
Bolsonaro veta aumento a motoristas de apps

Destaques
Destaques

Venda de smartphones piratas dispara 135% no 1ºtri no Brasil

Tombo no primeiro trimestre foi de 8,7% - e chegou a 22,4% entre os aparelhos mais simples. Alta do dólar e a falta de componentes impactaram a venda dos dispositivos no país.

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site