Clicky

INCLUSÃO DIGITAL

Brasil é o quarto maior mercado global de games no celular

Convergência Digital ... 20/07/2020 ... Convergência Digital

Uma pesquisa sobre mercado de games no Brasil, conduzido usando dados da Comscore, Mobile Metrix e Multiplatform, identificou que a população digital brasileira conta com 84 milhões de usuários, ou 70% da população on-line estimada em 120 milhões. Esse público é formado 51% por homens e 49% por mulheres. 

Já entre as classes sociais, o estudo revela que a maioria dos usuários brasileiros de jogos eletrônicos está entre as classes AB (46%) e C (43%). Apenas 11% do público gamer se encontra na classe D.

Desse universo, 64,3 milhões utilizam apenas dispositivos móveis, 8,4 milhões acessam os jogos por mais de uma plataforma e 11,6 milhões se conectam apenas pelo desktop. Os dados apontam, ainda, que os gamers são mais engajados no mobile, com uma média de 8% mais tempo gasto por eles nos dispositivos móveis.

O Brasil também é o 4° país no mundo com mais usuários de aplicativos de games, atrás apenas de Índia, Estados Unidos e China. Ressaltando ainda mais uma forte presença no mobile, os dados indicam que 76% dos gamers brasileiros utilizam algum aplicativo móvel relacionado com a categoria.

“Nosso estudo ainda indica que os consumidores de games brasileiros são mais engajados no mobile que a média da população digital. Isso significa que as desenvolvedoras devem atentar-se cada vez mais para a experiência do usuário em dispositivos móveis”, aponta o diretor geral da Comscore no Brasil, Eduardo Carneiro.

A grande quantidade de usuários posiciona os games na 13ª colocação entre 29 categorias mais populares da Comscore. Na análise da média de horas gastas por mês em cada uma delas, os jogos on-line destacam-se ainda mais, ficando entre as top 5 preferências do consumidor – atrás apenas de Social Media, Multi-Category, Entertainment e Services. Esses usuários gastam mais de 9 horas por mês na média e representam um universo de 73 milhões de gamers no mobile.

De acordo com a pesquisa, o Brasil é o único país da América Latina que figura entre os top 5 no ranking daqueles com maior número de usuários na categoria de jogos on-line, com uma média mensal de horas consumidas maior que China, Índia e outros líderes no mundo.

O Brasil é também o segundo maior consumidor do Twitch, a maior plataforma de streaming de Live Games do mundo, adquirida em 2014 pela Amazon. Na média, o brasileiro gasta 6,37 horas por mês na plataforma e conta com um público predominantemente jovem, com 44% dos acessos entre a faixa etária 15-24 anos e 84% do sexo masculino. O consumo é 28% maior no desktop comparado com mobile.


CCT da Câmara quer rediscutir impacto da venda da Telebras no satélite brasileiro

Proposta de debate foi feita pelo deputado Vitor Lippi (PSDB/SP). Parlamentares querem convocar a estatal, o ministério das Comunicações, o TCU e o ministério da Defesa. Contrato com a Viasat será central no debate.

Mapa de Conectividade avalia oferta de banda larga em 27 mil escolas

Desenvolvida pelo NIC.br, ferramenta permite identitificar acesso à internet, redes disponíveis, medições de desempenho e pode chegar às 140 mil escolas estaduais e municipais.

Engenharia social é um risco grave para crianças e adolescentes

A Internet se tornou o ar que respiramos e para os jovens mais ainda e cabe aos pais terem a noção que segurança da informação é educação de base, recomenda o pesquisador de ameaças na Trend Micro e fundador da comunidade Mente Binária, Fernando Mercês.

Toxicidade da Internet: seu filho pode não ser a vítima, mas o agressor

"Tem uma série de regras de educação, valores da família, formas de se comportar que não valem só para o jogo, para a rede social, valem para a vida”, diz a professora e psicoterapeuta, Ivelise Fortim.

Cert.br: Pais aprendam com as crianças a fazer uma Internet Segura

"Vamos ouvir mais do que falar. Os pais precisam fazer os filhos falarem como atuam na Internet. É uma aprendizagem mútua e necessária", recomenda a analista de segurança Miriam von Zuben. 

Mais de 70% das escolas no Brasil assumem casos de cyberbullying

É imperativo que se trate a Internet como um lugar real e que se responsabilize as pessoas pelos seus atos para evitar os ataques, observou a especialista em comportamento e psicopedagoga Érica Alvim.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G