Home - Convergência Digital

Em TI, apenas 7% dos profissionais envolvidos com Inovação têm pós-graduação

Convergência Digital* - 29/07/2020

O Ramo de Serviços em TI é um dos que mais recebem investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) de fontes próprias, com uma taxa de 95%, fica atrás somente de Eletricidade & Gás, que segue na liderança com 100%. Quando o comparativo é feito entre ramos mais dinâmicos, de atividades industriais, TI lidera com 95%, seguido por Equipamentos de Informática (93%), Produtos Químicos (93%) e Produtos Farmoquímicos e Farmacêuticos, com 76%.

O dado está relacionado no Insights Report de junho desenvolvido pela Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação do Paraná (Assespro-PR) em parceria com o Departamento de Economia da Universidade Federal do Paraná (UFPR). O estudo baseado nos números do IBGE (2011-13, 2012-14 e 2015-17) indica como o ramo de TI destacou-se nos quesitos: investimentos internos de P&D com participação das fontes de financiamento, número de profissionais envolvidos em atividades internas de P&D, além da qualificação deste pessoal.

Quando se trata de financiamentos por fontes externas para P&D ao setor de TI, em 70% dos casos estes provêm de fontes públicas. O restante envolve parcerias com empresas estatais, instituições de pesquisa, universidades ou ainda de fontes estrangeiras.

O estudo apontou também que houve um crescimento no número de pessoas ocupadas em P&D nos Serviços de TI entre os anos de 2011 e 2017: de 3,3% para 4,1%. Este ramo ficou atrás somente do Ramo de Equipamentos em Informática, que em 2011 possuía ocupação de 5%, mas que em 2017 caiu para 4,4%. Mas, mesmo com a crescente ocupação, um ponto que merece atenção especial é a especialização destes profissionais de P&D: 81% possui ensino superior completo (81%) e apenas 7% do total conta com pós-graduação.

“A pós-graduação é um dos elementos importantes e que interferem diretamente na qualidade da inovação tecnológica, para que seja menos incremental e mais disruptiva ”, explica Victor Pelaez, doutor em Ciências Econômicas e um dos responsáveis pelo Insights Report.

Para Adriano Krzyuy, presidente da Assespro-PR, os números demonstram um pouco sobre quais são os principais desafios para que o setor continue em destaque. “O ramo de TI está acima da média nacional em investimentos P&D, porém ainda não satisfaz quanto a especialização dos profissionais. Por isso, devemos nos basear na pesquisa para a captação de recursos externos mais significativos para que exista de fato a possibilidade de inovações mais disruptivas e assim aumentar a produtividade neste ramo de serviço”, conclui.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

31/07/2020
Finep seleciona R$ 107 milhões em projetos de inovação

29/07/2020
Em TI, apenas 7% dos profissionais envolvidos com Inovação têm pós-graduação

20/07/2020
Startups geraram emprego e receita na Covid-19, mas receberam não no acesso ao crédito

06/07/2020
Empresas de Tecnologia se unem por agenda única da indústria

02/07/2020
Banco Central descarta adiamento do Open Banking e do pagamento instantâneo

01/07/2020
Empresas nacionais reclamam da burocracia e deixam de investir em Inovação

23/06/2020
Finep e MCTI abrem edital de R$ 50 milhões para tecnologias 4.0

22/06/2020
Brasil: é urgente formar profissionais em Inteligência Artificial

18/06/2020
Streaming na TV aberta faz Radiodifusão acelerar Ginga D

11/06/2020
Brasil dá um salto e entra no top 20 em ranking mundial de ecossistemas para startups

Trabalha com dados? Você precisa saber o que é o Lifelong Learning

Buscar o constante aprendizado é uma ferramenta essencial para qualquer profissional. Isso vale ainda mais para quem trabalha em uma área dinâmica e que requer pensamento holístico como o profissional de dados.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Seis dicas para formar uma equipe de trabalho resiliente

or Craig Mackereth*

Formar uma equipe ou força de trabalho resiliente não é tarefa que se execute da noite para o dia. Tampouco é possível tornar uma equipe verdadeiramente resiliente se isso ainda não estiver integrado ao DNA da empresa.

Destaques
Destaques

TRT/SP rejeita cautelar das empresas de TI e cobra Convenção Coletiva 2020

O desembargador e vice-presidente judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 2 Região, Rafael Edson Pugliese Ribeiro, em despacho, alerta que a falta de renovação da Convenção Coletiva 'é a falência do diálogo'. Convergência Digital publica a íntegra da decisão.

Microsoft muda alto escalão da AL e fica à espera de Rodrigo Kede,em litígio com a IBM

O presidente para a AL da Microsoft, Cesar Cernuda, e a brasileira Paulo Bellizia, vice-presidente de Vendas, Marketing e Operações para a região, oficializaram a saída da empresa. A computação em nuvem é pano de fundo no embate entre as gigantes.

Gestor de Tecnologia foi repaginado pela Covid-19

Os responsáveis por compliance, por digitalização e por suppy chain foram reconhecidos e estão à frente das ações das empresas e passaram a ter acento nos comitês de liderança, afirma o consultor da Russell Reynolds Associates, Márcio Gadaleta.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site