Clicky

Convergência Digital

Transformação digital quebra resistência das empresas à nuvem

Por Roberta Prescott - 17/08/2020

A principal diferença entre a infraestrutura on-premises e na nuvem é a velocidade, uma vez que em cloud, a plataforma já está pronta e disponível, sem depender de um processo de aquisição de servidores, instalação física, de medidas de segurança, acesso, entre outros.

"Quando você adota soluções que estão na nuvem, em geral, você tem uma velocidade de implementação muito maior e tem capacidade de crescimento e, eventualmente, encolhimento muito mais flexível do que em um ambiente on-premises", destacou Ingrid Imanishi, diretora de soluções avançadas da NICE, em entrevista à CDTV.

A Nice lançou, recentemente, o NICE inContact CXOne, que está baseado em computação em nuvem e fornece aos contact centers análises da jornada do cliente, roteamento omnicanal, otimização da força de trabalho, automação e inteligência artificial.

Para Imanishi, os contact centers estão avançados no processo de adoção de tecnologias em nuvem, porque defendem muito de soluções que muitas vezes não estão disponíveis em ambiente físico local, dentro das empresas, como, por exemplo, ferramentas de validação de riscos. Mas ressaltou que a parte de telefonia foi a última que efetivamente começou a migrar para esta infraestrutura.

"Até a pandemia temos um cenário e depois do início da crise da Covid-19, de fato, tivemos um salto grande na abertura das empresas para este tipo de tecnologia. Mesmo aonde havia resistência, esta resistência foi quebrada pela necessidade de transformação", apontou. Ao comentar a infraestrutura que a NICE usa, Ingrid Imanishi explicou que a companhia usa nuvem pública, contratando infraestrutura de fornecedores que tenham capacidade de processamento para hospedar as soluções. Assista à entrevista:


CSU avança de empresa de BPO para uma companhia de tecnologia

Com diferentes atividades, entre elas, processamento de transações eletrônicas de meios de pagamento e serviços de relacionamento com clientes, a CSU contratou o NICE Nexidia para melhorar os resultados dos negócios com uma abordagem consultiva e analítica.

Icatu Seguros: mudar atendimento ao cliente para a nuvem foi decisão irreversível

Seguradora contratou a CXone, da NICE, para migrar, em tempo recorde, os seus funcionários para o trabalho remoto. "Tínhamos de não perder a qualidade e a eficiência e adaptar o serviço ao dia a dia das casas dos colaboradores", conta o diretor de Marketing e canais, Rafael Caetano.


Contact Center em nuvem - clique aqui para ver o especial completo
Editora Convergência Digital
Copyright © 2005-2020 Editora Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site