Clicky

INOVAÇÃO

Decreto inclui serviços de software em incentivos à P&D na Zona Franca

Luís Osvaldo Grossmann ... 16/10/2020 ... Convergência Digital

O governo federal publicou nesta sexta, 16/10, um novo Decreto (10.521/20) no qual reorganiza a previsão de incentivos fiscais para atividades de pesquisa e desenvolvimento realizadas por empresas que produzem bens e serviços relacionados às tecnologias de informação e comunicação na Zona Franca de Manaus e invistam em P&D nos estados do Amazonas, Acre, Rondônia, Roraima e Amapá. 

Em grande medida, o novo Decreto consolida dispositivos que já constavam de outros normativos, caso dos Decretos 6.008/06, 9.941/19 e 9.867.19. Mas com a nova redação passam a ser considerados como bens e serviços de TICs elegíveis aos incentivos não apenas os softwares, como os serviços a eles associados. 

“Art. 2º Para fins do disposto neste Decreto, consideram-se bens e serviços de tecnologias da informação e comunicação: 

I - componentes eletrônicos a semicondutor, optoeletrônicos, e seus insumos de natureza eletrônica;

II - máquinas, equipamentos e dispositivos baseados em técnica digital, com funções de coleta, tratamento, estruturação, armazenamento, comutação, transmissão, recuperação ou apresentação da informação, seus insumos eletrônicos, partes, peças e suporte físico para operação;

III – softwares para computadores, máquinas, aparelhos, equipamentos e dispositivos de tratamento da informação e documentação técnica a eles associada; e

IV - serviços técnicos associados aos bens e softwares de que tratam os incisos I, II e III.

A política de incentivo nesse caso envolve isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados e redução do Imposto de Importação nos bens de tecnologias da informação e comunicação industrializados na Zona Franca de Manaus com projetos aprovados pelo Conselho de Administração da Suframa. 


ABDI abre edital de R$ 4,6 milhões em projetos inovadores para PMEs

Serão selecionados dez projetos: quatro com premiação até R$ 300 mil; outros quatro projetos com até R$ 500 mil e dois projetos com premiação de até R$ 700 mil. 

BC faz nova mudança na regra do Pix para pagamentos futuros

Medida também autoriza transferência do Auxílio Emergencial pelo sistema instantâneo de pagamentos. Pix para pagamentos futuros começa a funcionar no dia 14 de maio.

Sem dinheiro, CNPq só vai pagar 13% das bolsas para pesquisa

De 3.080 solicitações aprovadas com mérito na Chamada 16/2020, apenas 396 vão receber as bolsas efetivamente. 

Fintech nacional de meio de pagamento recebe aporte de R$ 90 milhões

A Hash recebeu aporte liderado pelo fundo QED Investor. O montante será aplicado para escalar a infraestrutura de pagamentos, possibilitando o processamento de mais de R$ 1,5 bilhão ainda este ano.

Pix internacional requer regulamentação do câmbio

O chefe da divisão do Departamento de Regulação Cambial do Banco Central, Lúcio Oliveira, aponta a necessidade de se trabalhar em três dimensões: a regulamentação do Pix propriamente dita; a regulamentação do câmbio; e a infraestrutura com plataforma internacional para operar o sistema.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G